André Sobreiro
Jul 10 · 2 min read

Se tem uma coisa que o universo gay me mostra (e eu falo gay por ser a minha vivência, deixo claro) é que a nossa comunidade é uma cidade do interior cheia de fofoqueiras penduradas no portão.

Gay em relacionamento monogâmico? Ah, tá querendo viver em padrão heteronormativo.

O casal decide viver em relacionamento aberto? Não tem amor, só está querendo putaria.

É bissexual? Ih, tá confuso.

Está em um relacionamento poliamoroso? Não ama ninguém, só está enrolando as pessoas.

E isso eu listei em um pensamento bem rápido. Percebe que, independente do formato, o relacionamento gay é questionado?

Tem gay que vive relacionamentos que nada mais são que reproduções de relações HTs? Sim, claro que tem. Aí, entramos em duas questões: a primeira é “ninguém tem nada a ver com isso”. Relacionamento é feliz e consensual? Bom para as pessoas.

Dito isso, vai a MINHA visão disso e isso se aplica a todo tipo de relacionamento, não apenas os gays. Joguem os manuais no lixo. Cada pessoa é única e cada relação idem. Olhe cada detalhe da relação junto com a pessoa (ou as pessoas) com quem você se relaciona e entenda o que se aplica a você. Pode ser que o manual da família margarina hétero sirva para você e tudo bem. Mas não aceite o imposto. Ache o que se encaixa para você.

Ser gay, pelo menos para a minha geração, é viver descobertas tardias no que se refere a relacionamentos. Sabe aquele namorinho juvenil que você cometeu todos os erros do universo? Eu já tinha meus vinte e pouco anos quando eu o vivi.

E eu passei por isso e sigo passando. Monogamia, relacionamento aberto, poliamor. Todas as opções eu já vivi e, de verdade, cada uma teve o seu momento e foi válida. Então, antes de ser a pessoa que julga a relação alheia, segura um pouco. Nem sempre você sabe a bagagem da pessoa, tudo que ela viveu. E fica o meme que resume minha visão da relação alheia:

André Sobreiro

A vida como ela é: colorida e com tons de cinza

André Sobreiro

Written by

Vivo de internet e cultura! Edito esse blog, o Salada de Cinema e muito mais coisa por aí!

André Sobreiro

A vida como ela é: colorida e com tons de cinza

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade