André Sobreiro
Aug 5 · 2 min read

Quando eu era mais novinho eu não aceitava que me tratassem no feminino e eu falava que não conseguia andar em um grande grupo de gays. Minha argumentação na época era que um monte de gay junto tem drama demais, já que é tudo um ex do outro e a bagagem é grande.

A argumentação tá errada? Não, a gente segue sendo uma roda que todo mundo meio que se pegou. Mas a maturidade me ensinou que não era por isso. Era o bom e velho preconceito. O mesmo que não me deixava aceitar os pronomes femininos.

Eu nunca fui uma gay padrão. Nem fisicamente e nem em gostos. Isso, na minha cabecinha juvenil, me fazia ser um floquinho de neve. Único e especial. Ah, a juventude, tão iludida.

Conforme eu fui crescendo e fui percebendo que aquela pessoa ali mal tinha uma personalidade. Para contextualizar, eu estou falando dos anos logo depois de me mudar para São Paulo e de sair do armário. Eu estava ali me entendendo e não posso mesmo me julgar pela régua dos dias atuais.

Os anos foram passando, minha personalidade foi se estabelecendo e fui entendendo melhor quem eu sou enquanto gay. E como parte de uma comunidade.

E isso tem sido transformador. Eu sigo sem ser esse gay padrão The Week. Eu sigo sem ser o gay da balada. E tudo bem para as duas coisas. E isso não me torna esse floquinho que eu achava. Eu fui descobrindo que ser gay tá longe de ser uma forma ou duas. E que eu tenho sim meus pares e assemelhados. E isso foi me ajudando a criar laços de confiança com gays como eu nunca tive.

Ah, sobre o feminino, hoje sou uma bela princesa e ninguém me tira isso.

André Sobreiro

A vida como ela é: colorida e com tons de cinza

André Sobreiro

Written by

Vivo de internet e cultura! Edito esse blog, o Salada de Cinema e muito mais coisa por aí!

André Sobreiro

A vida como ela é: colorida e com tons de cinza

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade