André Sobreiro
Jul 17 · 1 min read

Todo mundo tem um dia assim. Você acorda, se espreguiça todo animado, emanando aquelas good vibes pro universo e ele te devolve com coisas ruins. E hoje é meu dia assim.

E por isso mesmo eu decidi escrever para mim mesmo (mas eu deixo vocês lerem) para dizer: é só um dia. Eu tenho 13164 dias de vida e, com toda a certeza do planeta, a maior parte deles foram dias ok. Sim, apenas ok. Nem bons e nem ruins, apenas ok. Alguns foram ótimos e outros foram uma merda. Como hoje tem sido até agora.

E que se foda, hoje é um dia de merda e tudo bem. Uma coisa que eu aprendi com a minha idade (36 primaveras bem vividas) é que os dias ruins aparecem e não adianta a gente ficar fingindo morar no feed do Instagram de blogueira feliz. A vida real tem seus momentos de merda, sim.

Então, se você acordou em um dia ruim, tudo bem. Ou melhor, não bem. Vive o dia ruim, reclama, xinga, dá uma olhada em algo que te faça bem e entenda sempre: não é por ter um dia ruim que sua vida é ruim. Amanhã vai ser melhor. Ou hoje ainda.

André Sobreiro

A vida como ela é: colorida e com tons de cinza

André Sobreiro

Written by

Vivo de internet e cultura! Edito esse blog, o Salada de Cinema e muito mais coisa por aí!

André Sobreiro

A vida como ela é: colorida e com tons de cinza

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade