Reuniões — #ProjetoAdultinho

Lembro bem quando comecei a trabalhar com assessoria e detestava ir em reuniões com clientes. Achava um grande desperdício de tempo e com poucos resultados. Com o passar dos anos, não apenas mudei essa visão como me tornei entusiasta delas.

Mas antes de qualquer coisa, sou totalmente contra reuniões de muitas horas. Ninguém é verdadeiramente produtivo esse tempo todo e, nada contra meus parceiros e clientes, mas a gente pode bater papo e se divertir em outra situação, certo? Por isso, pensei bastante no que escrever nesse post para trazer o que hoje vejo de melhor nesse tipo de situação.

1. Troque: se você é home office, estar em reunião é mudar de ares, ver gente nova. Aproveite a situação para perguntar sobre a empresa ou parceiro que está em reunião. É um bom aprendizado para o que fazer no seu projeto.

2. Sempre preparado: claro, reuniões agendadas são sempre melhores, mas esteja sempre pronto para uma reunião de emergência. O que isso significa? Que você deve ter sempre a mão suas anotações sobre aquele cliente. Ideias, sugestões, dúvidas, tudo. Não confie na memória que alguma coisa sempre vai ser lembrada no elevador descendo da reunião.

3. Hierarquize: nem sempre você irá comandar a reunião. Mas primeiro que se você for comandar, coloque os assuntos em ordem de prioridade. Aproveite os primeiros momentos mais concentrados para resolver o mais relevante. Se a reunião precisar ser interrompida em algum momento ou começar a se alongar, você pode ‘segurar’ as pautas menores.

4. Torne a reunião realmente útil: não é hora do cliente te passar detalhes de um arquivo. Peça que ele mande por email e aproveite esse momento para se aprofundar na essência do cliente. Isso demonstra interesse e ainda ajuda a fazer um trabalho mais completo.

5. Relógio na mão: não precisa olhar sem parar para seu celular — isso é até deselegante — mas monitore o tempo de reunião e saiba cortar educadamente quando ela começar a se perder. Não seja antipático mas mostre que está ali para trabalhar com o cliente.


Originally published at andresobreiro.com.br.

Like what you read? Give André Sobreiro a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.