Genocídio fracasso.

“Descobri que todo trabalho e toda realização surgem da competição que existe entre as pessoas. Mas isso também é absurdo, é correr atrás do vento.”
Eclesiastes 4.4

Isso é absurdo. Sim. Hoje eu vejo como o mundo funciona. Você pode querer ser o melhor fotografo, mas se você tem algum parente na sua família médico jamais terá o mesmo prestígio.

Tentei me desapegar desses valores-estrelas, mas é difícil. É difícil viver num mundo cheio de padrões e estéticas. É absurdo todos concordarem com isso.

Tenho 19, não trabalho, quero mudar de curso (isso sim é absurdo para as pessoas). Não consigo entender o porquê de seguir os cursos da vida: nascer, estudar pra entrar na faculdade, entrar na faculdade pra ter um bom emprego, ter um bom emprego pra ter uma boa aposentadoria e ter uma boa aposentadoria para você poder descansar de todo o esforço que você obteve durante a vida numa fase na qual você muitas vezes não consegue ter pleno vigor e saúde.

Eu definitivamente sou contra esse “sistema” mas faço parte dele. Gostaria muito de fazer um curso só porque quero saber mais da área, mas como dizem as pessoas isso é perda de tempo. Gostaria de poder ir e trancar diversas vezes o meu curso porque eu não sei se é isso mesmo o que eu quero. Eu tenho direito ter dúvida?

Ah e o medo de errar na escolha? Cara. Eu tenho 19 anos e ainda não sei dos meus melhores dotes ou minha área de atuação — Gostaria de dizer a todos isso.

Esses dias eu parei pra pensar o quanto nós queremos ajeitar a vida antes de 1/4 dela passar. Quando você faz 18 você corre contra o tempo pra antes dos 30 você estar formado, com casa e carro na garagem, casado, pai de família e com um emprego estável (que atualmente não é tudo isso). Não que eu não queria tudo isso, mas tem muito mais.

Não sei o quanto isso muda a perspectiva de vocês mas eu descobri que tenho mais que 30 anos de vida! Eu sei que essa fase é crucial mas cara: EU NÃO PRECISO ABRAÇAR TODOS ESSES SONHOS HOJE. É absurdo. Como diria o autor de Eclesiastes.

E quem disse que eu não posso estar errado? Quem disse que ao entrar numa das melhores universidades do Brasil que eu vou ser o melhor no curso que eu escolhi?

Hoje levantei da cama assustado com tanta preocupação.

O que eu estou fazendo da minha vida: …

Só sei que agora eu não quero ser o cara mais bem sucedido da família e mais fracassado por dentro.

Eu quero ser o melhor porque sou feliz naquilo que faço.

Não quero comparar o quanto eu ganho ou não em relação aos meus amigos.

Não quero observar meus status pessoais que inflam meu ego e refletem uma imagem distante de quem eu sou.

Eu sei que tudo isso é importante, mas quero aprender como meus passos, quero descobrir quem eu sou de verdade. Não quero olhar o que tenho ou não tenho. Quero ser eu.

Eu sei que existem pessoas presas ao que querem por algo que nem elas mesmo sabem explicar. Sei que existem muitos vovós e vovôs que hoje falam: — Ah, como queria ter feito … (acrescente os sonhos deles).

Por isso eu te convido a sair desse genocídio de fracasso — a sair do padrão. A ser você, a sonhar, a errar e quem sabe um dia você pode acertar e ser completamente feliz pelas escolhas que você fez.

Like what you read? Give Vinícius Barreto a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.