Começa hoje a curadoria das propostas enviadas para o segundo Desafio Ágora Rio

Hoje se inicia mais uma fase do Desafio Ágora Rio, dedicado à discussão sobre Mobilidade Urbana. Foram recebidas 383 propostas e elas serão agora submetidas a uma curadoria. Os membros do Conselho de Curadores, composto por membros da sociedade civil e do poder público, são os responsáveis por selecionar aquelas que irão à votação popular.

Apesar do início oficial ser hoje, no LAB.Rio os preparativos já começaram internamente há mais de duas semanas. Para você ficar por dentro do que acontece na fase Curadoria, preparamos um compilado das principais perguntas e respostas sobre o tema.

O que é a fase de Curadoria?

É o momento de análise e seleção das propostas recebidas. Um Conselho de Curadores irá avaliar a viabilidade técnica e a relevância de cada uma das propostas recebidas. Em seguida, o Conselho deverá formatá-las em 20 projetos que irão para a fase de votação.

Por que essa fase é importante?

A fase de Curadoria é o momento de selecionar, dentre as centenas de propostas recebidas na fase anterior, aquelas soluções que tenham respaldo de especialistas em mobilidade. Isto é importante para garantir que os projetos que irão para a fase de Votação terão validação técnica, legitimidade e padronização.

Quem são os Curadores?

O Conselho de Curadores será formado por entidades da sociedade civil e do poder público com reconhecida capacidade técnica e grande engajamento no tema da mobilidade urbana na cidade do Rio de Janeiro.

Como será o processo?

O processo de Curadoria está dividido em duas etapas principais, a Triagem e a Seleção, descritas abaixo:

Triagem

Nesta fase, cada curador analisará individualmente as propostas recebidas na plataforma, com o objetivo de escolher e priorizar as que achar mais interessantes para a cidade e, portanto, para serem levadas para a próxima etapa da Curadoria.

Os curadores serão instruídos a tornar as propostas mais concisas, objetivas e tangíveis, caso necessário, e utilizarão como referência para análise os princípios e objetivos contidos no Termo de Referência do Plano de Mobilidade Urbana Sustentável.

Com a primeira análise e priorização individual dos curadores, estaremos prontos para a etapa seguinte.

Seleção

As propostas vindas da Triagem serão apresentadas aos Curadores em um encontro, onde eles poderão, em grupo, analisar, discutir e selecionar os 20 projetos que irão para a Votação Popular.

Os critérios usados pelo Conselho para analisar e selecionar os projetos que avançarão para a fase seguinte são:

  1. Direito à Cidade: O quanto esta proposta aumenta a autonomia de acesso aos diversos territórios da cidade de forma justa, diminuindo as desigualdades?
  2. Integração: O quanto esta ideia incentiva a integração intermodal no quadro geral da mobilidade na cidade?
  3. Sustentabilidade: O quanto esta ideia promove uma mitigação dos custos ambientais e socioeconômicos nos deslocamentos pela cidade?
  4. Qualidade de vida: O quanto esta ideia pode reduzir o tempo de deslocamento pela cidade garantindo dignidade aos passageiros?
One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.