Para embalar! ComArtes UFRJ vence a primeira e sonha com classificação na LUCA

Resultado positivo tira Tubarões da lanterna do Grupo 2; combinação de resultados pode levar à classificação

(Foto: Joaquim Lima/Comunicação ComArtes UFRJ)

No último domingo (29), a equipe de basquete feminino da Atlética de Comunicação e Artes da UFRJ conquistou seu primeiro triunfo dentro da Liga Universitária Carioca (LUCA). Após um início de competição ruim com dois resultados negativos em sequência, a Maior do Brasil encontrou o caminho o caminho das vitórias, ao bater a Engenharia UVA pelo placar de 11 a 7.

Com o resultado, os Tubarões deixaram a lanterna do Grupo 2 da Série A, e agora ocupam a quarta colocação na chave, que conta com cinco participantes. Embora a classificação seja um objetivo distante, ela é possível: em caso de vitória na última rodada somada a uma combinação de resultados favoráveis à Federal, nossa equipe russo-negra pode beliscar o terceiro lugar e avançar para a fase final da LUCA.

Em conversa com a equipe de reportagem do Blog do Bruce, Alana Lapa -atleta e coordenadora do time - ressaltou a superação do grupo no jogo desse domingo, que contou com desfalques importantes e mesmo assim superou as adversidades e conquistou o resultado positivo.

“Nós jogamos com apenas com 5 meninas. O time estava bem desfalcado, algumas viajando, outras doentes. Não contamos com algumas atletas importantes, como a Marina Cardoso [indicada ao Tubarão de Ouro], que se lesionou em um treino do futsal. Durante alguns minutos da partida jogamos com apenas 4 na linha, porque uma de nossas jogadoras estava passando mal. Mesmo com tudo isso, conseguimos a vitória e o time todo está muito feliz”, revelou a atleta.

Vale ressaltar que o basquete feminino é um dos times mais vitoriosos da Atlética, tendo conquistado três vezes o Jogos Universitários de Comunicação Social (JUCS). Neste ano, a equipe passou por uma reformulação e aos poucos está retomando a boa e velha forma vencedora que os torcedores tubarões estão acostumados a ver.

Pensando nesse histórico vitorioso, o planejamento é a longo prazo, já pensando no JUCS 2019. De acordo com Alana, o objetivo é o primeiro lugar da competição no ano que vem. Para buscar a quarta medalha de ouro no JUCS, as competições ao longo do ano são fundamentais como preparação.

“A clasificação [na LUCA] é difícil, mas possível, até porque iremos jogar contra um time teoricamente mais frágil na última rodada. No entanto, nosso principal foco agora é a SuperCopa [Jogos do segundo semestre]. As meninas estão animadas para participar e competir contra times fortes de outros cursos. Conseguindo bons resultados, traremos visibilidade ao time e atrairemos calouras e até mesmo ex-jogadoras para a equipe. Nosso foco é o ouro no JUCS, e é começando a pensar agora, que conquistaremos a taça no ano que vem”, opinou Alana.

Outro aspecto apontado como crucial na evolução do time, foi o amadurecimento unido a melhora na parte física. A coordenadora exaltou o trabalho do técnico Sidney e comentou que a equipe está cada vez mais colocando em prática o que é passado nos treinos.

Time que entrou em quadra no último domingo comemorando a vitória ao lado do treinador Sidney (Foto: Stories Instagram/Reprodução)

A organização da LUCA ainda não divulgou a data do último confronto do basquete feminino. Nossas guerreiras encaram Adm/Contábeis UVA em seu quarto e último compromisso na fase de grupos. O Blog do Bruce convida a todos os Tubarões leitores a apoiar nosso time em busca da classificação. Para ficar por dentro das novidades da equipe, sigam também o perfil @basquete.fm.ufrj no Instagram. Ô VAMO VAMO!