Livros — Os meus “5 estrelas” de 2017

Plastico
Plastico
Dec 24, 2017 · 5 min read

Nota sobre o título: Estrelas é como os livros são classificado no Skoob

2017 foi um ano bastante atípico, eu acho pouco provável que eu consiga repetir a façanha de ler 26 livros em um ano, mas não é impossível.

Claro que nem todos foram obras fenomenais, mas alguns, na minha opinião, foram. E é sobre eles que eu quero falar.

Sem mais delongas, vamos a eles.

Morte no Buraco Negro — Neil deGrasse Tyson

Você já viu a série “Cosmos” da National Geographic (disponível na Netflix)?

Se não viu, veja. Se viu, este livro foi escrito com a mesma essência da série, a mesma paixão por divulgar a ciência e apresentar fatos incríveis a respeito do universo que nos cerca.

Ótima leitura para amantes do assunto o/.

O Gorila Invisível — Christopher Chabris & Daniel Simons

Você acha que tem total controle sobre o que vê, ouve e se lembra? Indo além, você acha que tem total conciência a respeito de tudo o que vê, ouve e se lembra?

Este livro vai jogar a verdade bem no meio da sua cara e te mostrar que muito do que você interpreta ter acontecido na sua vida não passa de meras ilusões do que você acredita ter acontecido, mas o verdadeiro fato pode ter sido bem diferente.

Os autores usam uma linguagem simples, descontraída e divertida para explicar as ilusões da nossa mente. Mas cuidado, pois a verdade pode doer.

Motivação 3.0 — Daniel H. Pink

Neste livro é explicado de forma bem didática porque o antigo modelo “Chicote e Cenoura” de motivar os funcionários não funciona mais, e mostra o qual é o novo modelo de motivação e dá dicas de como implanta-lo.

Leitura obrigatória para gestores e aspirantes.

A Metamorfose — Franz Kafka

Um rapaz que acorda em belo dia e descobre que virou um inseto gigante, esse é o plot do livro, que é bem curtinho alias, mas recebeu um 5 com louvor por ter me feito pensar muito sobre a história e me fazer chegar a conclusões que o autor não deixa explícitas na trama.

Está de boa em casa? Pegue este livro pra ler, dá pra começar e terminar em um dia.

Clube da Luta — Chuck Palahniuk

A experiência de ter visto o filme antes de ler o livro não prejudicou em nada a leitura. A narrativa é envolvente, você não consegue parar de ler e fica 100% imerso na história.

É tudo o que eu posso falar a respeito, afinal a primeira regra do Clube da Luta é que você não fala sobre o Clube da Luta, a segunda regra do Clube da Luta é que você não fala sobre o Clube da Luta.

A Vida Secreta das Árvores — Peter Wohlleben

Sim, elas tem uma vida, com regras sociais, colaboração e disputas hierárquicas que elas vivem quando ninguém está vendo. Este livro explodiu a minha cabeça e me fez pensar nas árvores de outra forma.

Sapiens — Uma Breve História da Humanidade — Yuval Noah Harari

Melhor livro que eu li em 2017. Mas o que ele tem de diferencial em relação aos outros livros desta lista?

Simples, a quantidade de “Explosões de Cabeça” contidos neste livro. Ele mostra, com base em evidências históricas, o que como a humanidade se tornou o que é hoje. Desde a Revolução Cognitiva, onde nossos ancestrais começaram a pensar, até a era moderna.

Neste livro é possível entender quais foram as motivações que levaram as pessoas a se comportam da forma como se comportam tratando de assuntos como Religião, Dinheiro e outras Convenções Sociais.

Se me pedirem uma indicação de livro hoje, esta é a opção sem sobra de dúvidas.

Menção Honrosa

Rápido e Devagar — Daniel Kahneman

Este livro é claramente um “5 estrelas”, eu só não o avaliei desta forma, pois em algum momentos ele se aprofunda em questões extremamente técnicas das quais eu não estou familiarizado. Se fosse o contrário, seria 5 com louvor, mas quero lembrar que esta é uma avaliação pessoal, eu é que não estava preparado para todo o potencial deste livro.

Eu já li, pelo menos, mais 5 outros livros que citam esta obra como referência nesta área de estudos, então seu mérito é inegável.

Menção “Desonrosa”

O Apanhador no Campo de Centeio — J. D. Salinger

Eu comecei a ler porque muitos consideram este livro um clássico. Até agora eu estou tentando entender o porque dessa consideração. Livro chato, arrastado, sem ritmo, de escrita pobre e sem história. Sem brincadeiras, com dois parágrafos bem escritos é possível resumir este livro INTEIRO.

Total perda de tempo!


E você, o que achou dessa lista? Leu algum livro este ano que se enquadra nesta categoria? Me mande, estou curioso para saber.

BlogdoPlastico

Scientific guy, IT guy, Evernote Ninja, BuJo Evangelist, Husband, Father, Photographer, Filmmaker, Runner

 by the author.

Plastico

Written by

Plastico

Nullius in Verba

BlogdoPlastico

Scientific guy, IT guy, Evernote Ninja, BuJo Evangelist, Husband, Father, Photographer, Filmmaker, Runner

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade