Supostamente não existiriam motivos para fazer um boletim de ocorrência.

Supostamente tudo está em ordem. Supostamente, existem universidades, tecnólogos, MBA, pós e uma série de outras formas de buscar uma qualificação. E tudo começaria com uma grade curricular que presa por formar profissionais. Do outro lado, supostamente existe um mercado: empresas, agências, produtoras, desenvolvedoras, integradoras, birôs, startups, consultorias, veículos… enfim, era para funcionar.

Mas será que funciona mesmo? Aliás, será que já funcionou em algum momento ou apenas acreditava-se que sim. Melhor, será que precisa funcionar?

Precisa ser óbvio e estruturado? Ou isso é apenas um forma de tornar essa atividade minimamente mais racional e com um aparente sentido?

Temos que classificar, colocar nomes, dizer que um é planner enquanto que outro é criativo. Um tem o poder de tratar da estratégia, enquanto o outro o poder de tratar da ideia e sua composição. Supostamente deveria ser assim, enquanto um se qualifica para x, o outro para y; combina-se as capacidades, e pronto: uma atividade bem estruturada.

Mas se fosse assim, talvez o GPRS nem existisse. Tudo que fundamenta a existência do grupo está baseada em algo: provocar o mercado. Não por provocar simplesmente, mas provocar para buscar um novo ponto de vista. Um talvez não, mas vários. Porque é isso que se precisa quando em meio a uma tempestade de questões, problemas, desafios que só apresentam mais desafios ditam o dia a dia de toda a comunicação.

E é sobre isso que se trata o Boletim de Ocorrência. Novas e velhas questões. Ideias, soluções, visões, projetos, qualquer coisa que você e essa comunidade — que está se criando — acredita ser válido registrar e compartilhar. Você pode nos acompanhar por aqui, assinar nossa newsletter, cadastrando-se pelo gprs.com.br e, se tiver alguma ocorrência, já sabe: bo@gprs.com.br

>>> vem com a gente ;)

Like what you read? Give Grupo de Planejamento RS a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.