Com recorde de público na Vila, Santos vence Corinthians e abre vantagem na final do Brasileirão

Mais de 15 mil pessoas lotaram a Vila Belmiro para apoiar as meninas do Peixe

Santos faz 2 a 0 e fica perto do titulo nacional (Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC)

O Santos deu um importante passo rumo ao título do Campeonato Brasileiro. Na noite desta quinta-feira (13), as sereias da Vila derrotaram o Corinthians, por 2 a 0, pelo primeiro jogo da decisão, na Vila Belmiro, em Santos-SP.

Vila Belmiro recebeu mais de 15 mil torcedores, o recorde de público em 2017 (Foto: Robson Fernandjes/All Sports)

Com mais de 15 mil torcedores presentes, a partida contra o Timão registrou o maior público do estádio no ano. O recorde anterior era da vitória da equipe masculina sobre o The Strongest, da Bolívia, pela Copa Libertadores, quando 13.132 santistas acompanharam o confronto.

O segundo jogo da grande final será na próxima quinta-feira (20), às 18h (de Brasília), na Arena Barueri, em Barueri-SP. Com o triunfo em casa, o time praiano pode até perder por 1 a 0 que, mesmo assim, garantirá o inédito título para o Peixe.

“Estamos muito felizes com o nosso desempenho nesse primeiro jogo. Mas, claro, temos que manter os pés no chão porque ainda não conquistamos o título. Vamos focados para Barueri. Pois lá sim vamos poder conquistar o nosso principal objetivo. Nesse momento, tenho que enaltecer todo o trabalho de bastidores do Santos, na pessoa do presidente Modesto Roma Júnior que nos dá todo o apoio e estrutura para tocarmos o nosso trabalho e irmos em busca dos objetivos do clube”, declarou o técnico Caio Couto.
“Faltou acertar lances no ataque. Cometemos alguns erros na defesa e elas aproveitaram. É usar a nossa casa, onde estamos acostumadas a jogar, ao nosso favor”, comentou o treinador corinthiano Arthur Elias.


O Jogo

Argentina aproveitou falha da goleira Lelê para abrir o placar na Vila (Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC)

Jogando em casa, o Santos marcou pressão desde o início. Aos seis minutos, Maurine, na cobrança de falta, mandou para a área, Sole Jaimes tentou mas parou em Paulinha. Aos 13, o Timão tentou com Gabi Nunes, a zagueira Camila, porém, afastou. Dois minutos depois, Sole Jaimes aproveitou a falha da goleira Lelê e mandou a bola para o fundo da rede, 1 a 0.

Na sequência, Gabi Nunes tentou dar o troco em jogada de velocidade, a atacante alvinegra, porém, foi derrubada. Juci cobrou a falta, mas a bola parou nas mãos de Dani. Aos 20 minutos, Brena tentou de fora da área, a zaga corinthiana afastou, na sobra, Patrícia Sochor encobriu Lelê e marcou um golaço, 2 a 0.

“Eu vi que a Lelê estava adiantada e tentei uma cobertinha, deu certo, graças a Deus”, comemorou Patrícia.
Golaço de Patrícia Sochor foi o destaque da partida (Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC)

Com a vantagem, as donas da casa passaram a administrar a partida. O Corinthians tentava com as bolas paradas, mas a defesa santista conseguiu segurar o placar.

O Timão voltou para a segunda etapa buscando reverter o resultado. Já o Peixe, tentava ampliar nos contra-ataques. Aos nove minutos, Byanca Brasil cruza para Cacau na pequena área, mas jogadora é travada por Dani. Aos 17, Sole Jaimes tentou apertar a saída de bola de Lelê, a arqueira, no entanto, conseguiu chutar a bola. O Santos quase ampliou aos 28. Ketlen recebeu pela direita e mandou uma bomba. Lelê fez uma grande defesa e salvou o time da capital.

Com seis de acréscimo, as meninas do Parque São Jorge tentaram até último minuto. No final, porém, prevaleceu a eficiência do sistema defensivo do Santos, que conseguiu levar o bom resultado para o jogo decisivo.

“Estou muito feliz e orgulhosa com a torcida que esteve presente e nos apoiou durante todo o jogo. Eles fizeram a diferença e isso foi importante para valorizar o futebol feminino como um todo. Demos o primeiro passo. Fizemos a nossa parte em casa, mas temos que confirmar isso no jogo de volta”, destacou a atacante Sole Jaimes.
Para ficar com o título, Timão precisa reverter o resultado na próxima quinta-feira (20), na Arena Barueri (Fotos: Leandro Martins/All Sports)