abril/2021 — Posicionamento do Botafogo sem Medo na reunião do Conselho Deliberativo

Thiago Pinheiro
Apr 12 · 4 min read

Com o intuito de tornar o posicionamento do grupo Botafogo sem Medo o mais transparente possível, divulgamos, aqui, o nosso posicionamento sobre todos os itens da pauta da reunião do Conselho Deliberativo.

OBS: os parágrafos em negrito são os itens da pauta. Abaixo, a nossa votação com a justificativa.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

O Presidente do Conselho Deliberativo do BOTAFOGO DE FUTEBOL E REGATAS, no uso de suas atribuições e em conformidade com o disposto no art. 65 do Estatuto, convoca para o dia 12 de abril de 2021, às 18h e 30 min. em primeira convocação e às 19h em segunda, reunião ordinária do Conselho Deliberativo para tratar da seguinte Ordem do Dia:

(a) votar, uma vez ouvido o parecer do Conselho Fiscal, o Plano de Metas e o Projeto de Orçamento elaborados pelo Conselho Diretor (arts. 61, IX e 63, I e § 2°) e deliberar sobre o limite da autorização de que trata o inciso XIV do art. 61 (art. 61, I, “a”);

Voto Favorável.

Justificativa: o parecer do Conselho Fiscal aprova a proposta orçamentária refeita pela atual administração, que descartou a elaborada pela gestão anterior, mas com ressalvas e com o compromisso assumido pelo novo CEO, Jorge Braga, de apresentar nova proposta orçamentária em 60 dias. Entendemos que esta aprovação é um voto de confiança importante e necessário na gestão do CEO.

(b) votar a proposta do Conselho Diretor relacionada à reorganização de Vice-Presidências (art. 109, § 1º);

Voto Favorável.

Justificativa: facilitar a governança que rege a relação entre o Presidente do Conselho diretor, Durcesio Mello, e o CEO, Jorge Braga, por meio da Vice-Presidência Executiva, eliminando a aparente lacuna hierárquica existente. Esperamos que desta forma seja reduzida a capacidade dos ainda existentes Vice-Presidentes amadores de influenciar e dificultar a gestão profissional do CEO.

Ressalva: novamente cobramos o cumprimento do compromisso de campanha de não nomear nenhum Vice-Presidente. Defendemos que o Presidente do Conselho Diretor, Durcesio Mello, acumule todas as Vice-Presidências, exceto a Financeira, a cargo do Vice-Presidente Geral, Vinicius Assumpção. Cobramos a imediata renúncia ou destituição dos Vice-Presidentes de Esportes Gerais, Social, Remo e Jurídico.

(c) votar a solicitação de autorização do Conselho Diretor para a cessão onerosa de espaços de sedes do BOTAFOGO para a instalação de painéis publicitários (art. 61, XIX, “a”);

Voto Favorável.

Justificativa: entendemos que houve concorrência no processo decisório e que as instalações dão ao clube novas receitas e a possibilidade de atrair novos parceiros, além de, inegavelmente, melhorarem o Estádio Nilton Santos, uma demanda antiga da torcida.

Ressalva: A documentação foi enviada apenas no último sábado, 2 dias antes da reunião.

(d) votar a solicitação do Conselho Diretor de autorização para a locação de área de Centro de Treinamento para as divisões de base do futebol (art. 61, XIX, “f”);

Voto Favorável.

Justificativa: Entendemos que há uma relação de longa data entre o clube e o “CEFAT”; mas, pelo material enviado, não é possível afirmar se houve concorrência, o que não configura uma boa prática.

Que a locação do CT sirva para dar condições às divisões de base de treinarem e se desenvolverem e que este seja o último aluguel antes de termos, em definitivo, o CT do Botafogo.

Ressalva: A documentação foi enviada apenas no último sábado, 2 dias antes da reunião.

(e) indicar o(s) representante(s) do BOTAFOGO que participará das próximas assembleias gerais da Companhia Botafogo S.A. (art. 61, XX);

Voto Favorável.

Justificativa: é natural a indicação do Presidente do Conselho Diretor como representante do Botafogo para a subsidiária Companhia Botafogo.

Ressalva: o Presidente do Conselho Diretor, como representante do Botafogo na Companhia Botafogo, indicará, em assembleia geral, o presidente da Cia. É importante para a transparência e a boa prática de gestão que o nome do indicado à presidência da Cia. Botafogo, que certamente já está escolhido pelo Presidente do Conselho Diretor, seja divulgado e posto em votação no Conselho Deliberativo. Sem esta informação o Conselho Deliberativo na prática autoriza a escolha de um presidente da Cia. Botafogo sem que o escolhido ou quem o escolhe preste contas desta indicação.

(f) proposta para criação e instalação de Comissões Especiais (art. 77);

Voto Favorável.

Justificativa: de acordo com nosso representante na Comissão Permanente, as comissões têm o bom propósito de examinar temas importantes que seguem causando impacto na gestão atual.

Ressalva: no ato da convocação o Presidente do Conselho Deliberativo deve enviar toda a documentação referente a todos os itens a serem votados. Não recebemos a documentação com as seguintes informações referentes às Comissões Especiais: temas, integrantes, escopo, prazo e produto a ser entregue.

(g) informes do Conselho Fiscal (art. 97, I); e

(h) assuntos gerais.

A persistente gravidade da crise sanitária impõe a realização da reunião que se convoca sob o formato não presencial. Com antecedência hábil os Conselheiros receberão instruções relacionadas ao acesso à plataforma eletrônica que permitirá a realização da reunião sob a forma remota, inclusive com as indicações necessárias a possibilitar a participação nas deliberações e o exercício do direito de voto.

Também com adequada antecedência os Conselheiros receberão, por correio eletrônico, material com elementos e informações relacionados à discussão das matérias indicadas nas letras (a), (b), (c) (d) da pauta.

A presença no Salão Nobre de General Severiano durante a reunião será admitida apenas para: (i) os componentes da Mesa Diretora; (ii) os componentes do Conselho Fiscal; (iii) os integrantes do Conselho Diretor.

Botafogo Sem Medo

O Botafogo sem Medo é um grupo que tem como objetivo a…