brunobirth
Published in

brunobirth

Prólogo de “Benethir e a Montanha Amaldiçoada”

Era uma vez um vilarejo agrícola chamado Gold Potato. Inicialmente formado por um bom número de pequenas fazendas voltadas ao cultivo de legumes e verduras, Gold Potato fazia parte do condado de Irlad e era responsável pelo abastecimento de grande parte do setor oeste do imponente reino feudal de Asterland. Gold Potato inclusive possuía, através de uma longa estrada pavimentada, uma linha direta de abastecimento até a antiga capital do reino asterlês: Wesskin.

Contudo, o tempo passou e a magia da ancestralidade, que estava há muitas eras adormecida, ressurgiu e avançou poderosamente sobre grande parte do mundo, o que mudou o destino de Gold Potato de modo marcante. Poetas e estudiosos registraram em tomos, bardos cantaram canções que atravessaram gerações; todos contando como o reino de Asterland sofreu pois a magia, como se sabe, possui dois lados: as trevas e a luz.

A grande cidade de Wesskin foi devastada pelo que ficou conhecida como a “Alvorada dos Espectros” quando, em uma manhã chuvosa, mais da metade da população da capital foi assassinada por fantasmas de um passado longínquo, que reinvindicaram o domínio do local. George I, o rei de Asterland na época, conseguiu escapar com seus seguidores para nunca mais voltar à cidade. Mais tarde, ao ser notificado de que a maior floresta do reino de Asterland (a oeste de Wesskin) também havia sido tomada por criaturas fantasmagóricas e bestiais, o rei George I, apesar de manter as regiões tomadas pela magia ainda como partes do reino de Asterland, declarou amaldiçoadas as terras ao oeste das montanhas de Snakey, uma cordilheira situada quase na metade do território asterlês e que corta o reino de norte a sul.

A floresta em questão passou a ser chamada de “Floresta dos Mil Terrores” e grande parte da população de Gold Potato e dos vilarejos e cidadelas próximas se mudou para leste da cordilheira de Snakey, onde a maior parte do povo de Asterland passou a se concentrar. Uma nova capital fortificada teve construção iniciada pelo rei George I e ganhou o nome de Lonadyr em sua conclusão, nos tempos do rei

Edward II, neto de George I. Gold Potato continuou fazendo parte do condado de Irlad, cujo povo preferiu resistir e permanecer em seu local de origem, graças a teimosia do conde Hermer Irlad, que dizia não temer a magia e que o mundo dos fortes seria formado por aqueles que aprendessem a lidar com a magia e não por aqueles que dela fugissem.

Muitos anos se passaram desde então e a magia se reestabeleceu de fato no reino de Asterland e além. Conhecimentos antigos tiveram de ser resgatados e tanto estudiosos credenciados oficialmente pelo reino como pessoas comuns atrás de usar magia para seus próprios objetivos passaram a correr atrás de se tornarem poderosos nas mais diversas perícias mágicas. Muitos magos, feiticeiros e bruxos surgiram com o decorrer do tempo, trazendo grandes calamidades e milagres variados por todos os cantos. Uma guarda real de magos e paladinos foi criada pelo rei Edward II, uma vez que os guerreiros reais deveriam ser capazes de serem habilidosos não só com a espada mas também com os mistérios da magia.

O saldo de tudo isso para Gold Potato foi amargo. O vilarejo foi praticamente esquecido, jogado às traças. Uma grande parte da população potatoana ainda tentou se prender às suas fazendas mas além do rude enfraquecimento da economia local graças a migração dos povos próximos para o leste, ataques de goblins e outras criaturas bestiais (além de bandidos errantes e encorajados pela falta de lei) se tornaram comuns, ceifando a vida de muitos, uma vez que já não havia mais uma guarda real, do condado de Irlad ou mesmo local para proteger o vilarejo.

Apenas três pequenas fazendas resistiram em Gold Potato e as três famílias de fazendeiros remancescentes passaram a viver do que plantavam. O comércio de Gold Potato só não foi reduzido a zero pois Ironail e Tinyrock, outros dois vilarejos próximos, ficaram em situação parecida após o grande êxodo para o leste, e assim surgiu uma espécie de relação de sobrevivência mútua entre os três vilarejos.

Tinyrock é o abrigo de mineradores de rocha para pequenas construções e Ironail um vilarejo de mineração de metal para armas e utensílios em geral. Aos poucos essa união criou uma força que foi capaz de resistir aos ataques; um cavaleiro andante chamado Digon surgiu das terras dos guardiões residentes das montanhas do norte e se tornou o baluarte dos três vilarejos, sempre liderando as lutas contra os inimigos. Assim iniciou-se um pequeno período de paz na turbulenta região noroeste do reino de Asterland, agora regido pelo rei Henry, bisneto de Edward II.

Leia já o conto completo, disponível em versão digital, clicando AQUI.

Me acompanhe nas redes sociais clicando AQUI.

--

--

--

Fantasia e Ficção Científica são os gêneros literários de maior visibilidade em meu perfil, mas também falo de história, filosofia, sociologia e antropologia. Artigos científicos também têm o seu espaço aqui, assim como o cinema, a minha paixão.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store
Bruno Birth

Bruno Birth

Aqui, em geral, você lê sobre fantasia e ficção científica.

More from Medium

Of bird song and love stories

A pair of binoculars on a red-brick pillar of a house overlooking the Dhauladhars, Himalayas

Four Ways for Mentor-Mentee Effectiveness

DAILY WORD 2/25/22