BRASIL: PAÍS DO FUTEBOL?

Por Bruno Albertini | Gerente de Atendimento

Trabalhamos com marketing e temos a certeza que esta ferramenta é de fundamental importância em tudo que se transforma em produto, assim como a imagem de algumas pessoas.

Neste momento, as Olimpíadas é o assunto top 3 do mundo, e o Brasil junto com isso.

O Brasil, antigo país do futebol, teria a Pira Olímpica acesa por Edson Arantes do Nascimento, Pelé. Por problemas de saúde não pode participar deste momento histórico. Bom ou ruim? Já que hoje somos o país de alguns outros esportes, menos do futebol.

Por que estou falando tudo isso?

Por que hoje nossos jogadores, produtos de marketing de muito lucro, já não fazem a parte mais importante, jogar bola?

Este é o ponto que eu queria chegar.

O Marketing é uma ferramenta para se divulgar uma marca, se ela for boa, este resultado será potencializado, se ela for ruim, este resultado será potencializado.

Precisamos entender que o marketing esportivo precisa que as outras modalidades tenham uma exposição maior para possibilitar novos produtos, atletas e acho que estamos em um ótimo momento para isso com esta desilusão no futebol Brasileiro. Agora é a hora. Como?

Talvez usar os grandes exemplos de superação no esporte e um pequeno resgate de orgulho da nação vindo dessa maior exposição dos diferentes esportes neste momento. Ou se valorizarmos estes esportes e reforçar nas diferentes idades as modalidades esportivas menos conhecidas e que podemos ter grandes orgulhos também.

O que quero deixar escrito aqui é que a nossa galinha dos ovos de ouro diminuiu o ritmo e com isso outros bichinhos estão por ai. Vamos parar de apostar em um só meio e diversificar de forma inteligente. Isso é dito em diferentes meios de investimento, bolsa, imóveis renda fixa e porque não no marketing esportivo.

É preciso fazer diferente. E que isso fique claro para o nosso futebol também.