A Disciplina

Em Março de 2014, lançamos oficialmente o nosso produto para o público.

BusOn

Todos em uníssono afirmaram ficar entusiasmados com a ideia. Mas como medir esse sucesso? Foi então que decidimos dar continuidade ao projeto.

Ter uma startup está intimamente ligado com aprender, experimentar e testar, e foi nesse espírito que nós começamos a cadeira de projetão 2 lecionada por Cristiano Araújo. Nela, tivemos oportunidade de levantar hipóteses e fazer os testes no nosso principal produto o “BusOn”. Esses testes e aprendizados serão descritos a seguir no blog com objetivo de ajudar outras pessoas e criar um arquivo digital.

Após o lançamento do BusOn, não tínhamos ideia de como gerenciá-lo. Não sabíamos nem se estava dando certo ou não. Porém, logo no início do projetão 2, seguimos o processo Lean e logo de início estabelecemos métricas para analisar a situação. Percebemos logo que o BusOn falhava especialmente na retenção dos usuários. As hipóteses levantadas para esse comportamento foram que os usuários não se sentiam motivados a contribuir pela pouca quantidade de informações. Baseando-se no livro Lean Analytics, começamos a medir o crescimento do aplicativo para extrair informações que guiariam o desenvolvimento. Nós começamos a medir as métricas, primeiramente medindo as métricas diretamente do banco de dados, e então passamos a utilizar a ferramenta Flurry, que facilitaria a medição das métricas. Essas medição das métricas levaram a algumas mudanças no aplicativo, tal como a mudança no design, criação de um tutorial para explicar a proposta do aplicativo e a criação de um “ranking de linhas”, para incentivar a competição dentro do app. Visando automatizar e aumentar a quantidade de informações dentro do aplicativo, resolvemos criar uma API, onde os desenvolvedores poderiam criar aplicações independentes, que alimentariam as informações de alguma cidade que oferecem os dados do ônibus, como a cidade de São Paulo e a do Rio de Janeiro. Outra validação importante que foi feita, foi a validação do BusOn Market, que almeja o pedido de algum item dentro das linhas do ônibus e ele já estaria pronto quando o usuário decesse do ônibus. Essas mudanças estarão melhores descritas em suas seções nesse post. Além disso, tivemos a oportunidade de participar da Campus Party Recife onde tivemos tutores e networking com vários profissionais.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Filipe Marques Arruda’s story.