Conheça Léo Colimério, o jovem do São José que quer ser Lebron James

O cara de 16 anos vai passar pelo EuroCamp da Adidas

“Minha inspiração é Lebron James” (Ilustração: Heitor Facini/Buzzer Beater)

O São José Basketball não vem tendo seus tempos mais gloriosos. O time, que já teve um MVP do NBB com Murilo Becker, conseguiu um primeiro lugar na temporada regular, chegou a uma final. No nível nacional, a equipe era referência. Mas, chegou o ano de 2016 e, por conta de mudança da prioridade e política de investimentos da prefeitura de São José dos Campos, principal patrocinador, o time adulto deixou de disputar competições oficiais.

(Divulgação/São José dos Campos Basketball)

Mas, a base continuou. E de lá, aparentemente, a semente foi plantada e começa a germinar. Na Liga de Desenvolvimento de 2016 a equipe chegou até a final. No Paulista sub-22 do mesmo ano, a equipe saiu com o título. E de lá, começa a surgir um início de um futuro astro do basquete mundial.

Leonardo Colimério: futuro do basquete nacional

Leonardo Teodoro de Souza Colimério, ou simplesmente Léo Colimério, tem 16 anos de idade e 6 de basquete. “Eu comecei a jogar em 2011, acompanhando meu irmão nos treinos do São José”. O irmão é Lucas Colimério de 21 anos queparticipou da campanha do vice-campeonato do LDB. Atualmente joga pelo time do Paulistano. “Também acompanhava os jogos da NBA, o São José no NBB”, declara o jogador.

O atleta sabe que a situação atual do time de São José está longe da ideal, levando em conta sua história. “Eu como atleta e torcedor espero que logo o time se recupere e possa voltar a disputar o campeonato e buscar novas glórias”, opinou.

Segundo as próprias palavras do Léo, seu jogo é bem baseado na explosão e no ataque a cesta. Por essas e outras, um certo jogador do Cleveland Cavaliers é quem inspira o jogador. “Além do meu irmão, me inspiro bastante no jogo do Lebron James”.

(Charles de Moura/PMSJC)

E todo esse atleticismo está fazendo com que o atleta acabe de destacando entre os jovens de sua idade. Com 1,96m de altura, a categoria sub 17 vem parecendo fichinha para o garoto. “Eu jogo no programa Atleta Cidadão daqui da cidade. Jogando contra os garotos da minha idade eu não consigo encontrar muitos desafios”.

Por isso, os treinadores de Léo acabaram tendo de arranjar um jeito dele conseguir alcançar vôos maiores. Uma das escolhas foi treinar com os maiores. “Meus treinadores me desafiaram a desenvolver meu jogo. A cada dia tenho sempre um novo obstáculo a ser superado. Assim, eu acabo melhorando meus fundamentos. Agora, enfrentando jogadores mais velhos, eu acabo evoluindo principalmente minha defesa”, declarou o jogador.

Do Brasil para o Mundo

E assim, surgiu a oportunidade de aparecer e ganhar o mundo. Hoje, dia 8 de Junho, começa a edição 2017 do Adidas EuroCamp, em Treviso na Itália, e Léo Colimério vai estar lá. O “acampamento” é o maior organizado fora dos Estados Unidos. Do Brasil, por lá já passaram Raulzinho, Lucas Bebê e Cristiano Felício.

(Arquivo Pessoal/Léo Colimério)

Ao todo de 15 anos do evento, 93 atletas que participaram acabaram sendo escolhidos pelo draft da NBA. No momento, 43 jogadores são contratados por franquias da liga norte-americana. Outros 64 estão participando de campeonatos na Europa, segundo grande centro mundial de basquete.

Léo vai participar da Next Gen, um camp especial para atletas de até 16 anos. Ele acabou recebendo um convite quando começaram a ver ele jogando. “Alguns olheiros começaram a acompanhar meus jogos de perto. Ai chegou em Abril e fizeram um convite para a minha família, sobre eu participar”, contou ele.

As expectativas são as maiores do mundo, já que lá ele poderá finalmente enfrentar novos desafios. “É o segundo melhor basquete do mundo. Vou para lá tentar absorver o máximo de conhecimento possível para conseguir evoluir como atleta e melhorar meu jogo”, declarou o jogador. “Meu sonho é jogar numa liga de alto nível. Se não for na NBA, quero jogar na Europa ou no Brasil mesmo”, finalizou Léo.

(Arquivo Pessoal/Léo Colimério)