‘Spotlight’ revela a parte obscura da igreja católica

Por Ana Acocella

Vencedor do Oscar de melhor filme de 2015, “Spotlight” traz à pauta um tema tabu para a sociedade católica. Baseado em fatos reais, o filme narra a história de uma equipe do jornal The Boston Globe que investiga casos de pedofilia da arquidiocese de Boston.

Com a chegada de um novo chefe de redação, o núcleo investigativo do jornal foi desafiado a trazer de volta o interesse do público para as grandes reportagens investigativas. A equipe precisa retomar uma história que morrera pela falta de provas. Mas, desta vez, o desafio é maior. Chegar até o fim, ou no caso, ao Vaticano.

O filme expõe os crimes de pedofilia cometidos pelos padres e acobertados pelo Vaticano.

‘Spotlight’ mostra a rotina exaustiva dos jornalistas na busca por novos fatos e informações que vão além da história já contada pela mídia americana. O desafio se torna maior ao se depararem com fontes silenciadas, vítimas acuadas e um sistema milenar aparentemente à prova de qualquer escândalo.

O roteiro traz elementos que envolvem o espectador sem fazer uso de cenas de suspense tradicionais. Em vez disso, a tensão é voltada para o cotidiano dos jornalistas na condução da investigação e apuração dos fatos. O filme abre espaço para discutirmos sobre a importância e a utilidade do jornalismo investigativo bem feito para a sociedade.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Eduardo Nunomura’s story.