Cala a boca, Raduan

– E agora, para encerrar esta reunião ministerial, quero fazer um elogio ao ministro Freire, que não deixou passar e destratou um homenageado para defender o nosso governo.

– É isso aí!

– Acabou a mamata desses artistas. Acham que só eles vão falar? Agora falou mal na minha frente, tem troco. É que nem o Trump. Ele não deu o troco naquela mulher? Bateu, levou.

– Mas e agora, ministro?

– Não vamos parar. Já tenho planos: depois do Carnaval, o Ministério da Cultura vai convidar cada artista que fala mal do governo para ganhar um prêmio. Gasto o orçamento do ano todo nisso se for preciso, mas escritor, pintor, artista, músico, escultor, até os pichadores, não quero nem saber. Vou premiar todo mundo e depois mandar calar a boca.

– É isso aí!

– Que grande ideia.

– Proponho começar pelo Caetano.

– Ele é do PSDB? Porque não aguento mais tanto tucano no governo.

– Não. O Caetano, o músico…

– Ah, pensei que era o vigésimo candidato a ministro da Justiça. Morre, Caetano! Que mané estacionar…

– Calma. Primeiro tem aquele cara do Aquarius.

– Ah, sim. Esse é insuportável. De repente, premia logo a Sônia Braga junto.

– É.

– Ei, Gil, vai pra puta que pariu.

– O que é isso, ministro?

– Já estou ensaiando um corinho para as próximas premiações.

– Boua.

– E para o Chico?

– Chico Buarque/ artista de araque.

– Beleza. Agora sente: “Eô, eô, é Moreira, ô, dominou”.

– Gênio.

Like what you read? Give Alexandre Rodrigues a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.