O que são empresas sociais e por que o mundo precisa de mais negócios desse tipo?

Oconceito de empresas ou negócios sociais ganhou maior visibilidade nos anos 90, principalmente nos EUA e na Europa, acompanhando a demanda crescente por produtos, serviços e modelos de negócios inovativos que sirvam a uma missão social e/ou ambiental. É um campo emergente, com diversos termos e interpretações, mas uma ótima oportunidade para empreendedores que queiram fazer a diferença.

Mas o que são negócios sociais?

Negócios sociais, ou empresas sociais, tem o principal objetivo de oferecer soluções com propósitos sociais e/ou ambientais.

Uma empresa social também deve ser auto-sustentável, sendo capaz, assim, de contribuir socialmente e gerar impacto.

Além disso, o reinvestimento de capital na própria empresa é outra característica fundamental desse tipo de negócio e ajuda as empresas tanto a manterem o foco social, quanto a se diferenciarem dos negócios tradicionais.

Fonte: https://www.yunusnegociossociais.com/o-que-so-negcios-sociais

Algumas variações nas definições:

  • Mohamed Yunnus — empreendedor social criador do Grameen Bank, ganhador do Prêmio Nobel da Paz de 2006 e autor de artigos acadêmicos na área — adiciona à definição de negócios sociais a condição de não distribuírem dividendos.
  • Alguns autores do Reino Unido consideram negócios sociais somente aqueles com gestão coletiva (algo mais próximo de uma cooperativa).
  • Outras entidades europeias utilizam a denominação organização socialpara diferir de empresa social, destacando o seu perfil não-governamental e sem fins lucrativos.

Por que empresas sociais são importantes?

Seu foco em criar mudanças positivas é a resposta. Pensar e desenvolver respostas para problemas sociais e ambientais é o que diretamente contribui para tornar um mundo melhor. O seu modelo autossustentável, portanto não dependente de doações, torna o resultado escalável, criando um ciclo que vai aumentar o impacto.

E o que não é um negócio social?

É comum que outros tipos de organizações acabem sendo consideradas negócios sociais, quando na verdade há diferenças:

  • Empresas que buscam balancear lucro e impacto social. O objetivo principal de uma empresa social deve ser sempre a sua missão e não a maximização do lucro ou o crescimento financeiro. A empresa pode — e deve — ser autossustentável, mas a geração de renda não deve conflitar com a missão.
  • ONGs. Empresas sociais não são necessariamente sem fins lucrativos. ONGs continuam sendo líderes na geração de impacto social ou ambiental, mas negócios sociais podem gerar receita e lucro para investidores, desde que a parte financeira não seja um objetivo.
  • Negócios inclusivos. A oferta de produtos e serviços para a “base da pirâmide” também possui um propósito social (a inclusão das classes mais pobres é favorecida com o acesso a bens de consumo e serviços), mas se a motivação ainda for parte da missão da empresa, essa não será um negócio social.

Termos relacionados

Inovação social: solução inovadora para um problema social que seja mais efetiva, eficiente e sustentável do que as soluções existentes e que o valor gerado sirva à sociedade ou comunidade como um todo e não somente a poucos indivíduos. O conceito de inovação social abrange as empresas sociais, mas não está limitado a somente esse tipo de negócio.

Empreendedorismo social. Ashoka define Empreendedor Social como “o indivíduo que combina pragmatismo, compromisso com resultados e visão de futuro para realizar profundas transformações sociais”. O empreendedorismo social pode ou não envolver uma empresa social.

Responsabilidade Social Corporativa (RSC). Esse termo está relacionado à maximização de valor para shareholders, minimizando qualquer impacto social e ambiental negativo criado pela empresa. RSC é parte da estratégia de empresas, principalmente das de grande porte, responsável por desenhar, implementar e reportar suas ações e atividades. O conceito não deve ser confundido com filantropia ou simples assistência social, pois se trata de um processo contínuo e de melhoria da empresa e suas relações como um todo.

O Calhau Social é uma empresa social inovadora na área digital, que visa promover a visibilidade de outras organizações sociais pelas mídias, de forma a gerar impacto socioambiental positivo através do conhecimento de causas.