Quero jogar flag football, e agora?

O que é preciso para começar a praticar flag football

Sorocaba Vipers x São Carlos Bulldogs pelo Campeonato Paulista de Flag APFA — Foto: Guilherme Serrano

O cenário do Futebol Americano no Brasil não pára de crescer e com ele vem a vontade de além de assistir, praticar o esporte também!

A maioria dos times de flag football femininos que já li sobre a fundação começaram com namoradas, esposas, amigas e etc. de jogadores de times de futebol americano que se interessaram pelo esporte e se juntaram para começar um time de flag football paralelo ao time masculino.

Atualmente existem diversos times de flag football espalhados pelo Brasil, o primeiro passo é saber onde tem algum perto de você.

Caso não tenha um time de flag football perto de você mas exista um de futebol americano (que provavelmente será masculino), se aproxime do time e tente contato com jogadores, comissão técnica ou administração, veja a possibilidade da criação de um time de flag football paralelo ao time de futebol americano. O conhecimento do futebol americano é completamente adaptável para o flag football, se toparem uma parceria com compartilhamento de espaço de treino, técnicos e experiência, é golaç… quer dizer, touchdown!

E se não existir nem um time de futebol americano, bem, arregace as mangas e comece um! O flag football é uma modalidade que, diferente do futebol americano que exige o uso de equipamentos, basta um espaço, uma bola de futebol americano e umas toalhinhas na cintura para começar a ser praticado — e foi exatamente assim que o time de Timbó-SC, o Red, começou!

Depois de encontrar um time, descubra como fazer parte dele. Times com um pouco mais de experiência costumam fazer seletivas uma ou duas vezes por ano para selecionar novas atletas. Como é um esporte relativamente novo, a maioria dos times não pede conhecimento prévio para que as novas atletas possam se inscrever, mas com certeza entender um pouco no esporte ajuda muito nesses primeiro passos! Talvez times mais novos não tenham o processo de seletiva, então não tenha vergonha e vá conversar com as pessoas que treinam para saber como você pode começar a treinar também!

CT do Sorocaba Vipers no Jornal Cruzeiro do Sul

Equipamentos: o flag football não exige muita coisa para começar a ser praticado, uma bola de futebol americano e flags já são o suficiente, e isso normalmente os times já têm para seus treinos. O único item que deve mesmo ser adquirido (ou emprestado no começo) é uma boa chuteira, a maioria usa de futebol de campo ou de society mesmo. Para campeonatos um item exigido é o protetor bucal (e vale a pena dar uma olhada nas regras dos campeonatos, pois existem algumas restrições como protetor vermelho, por exemplo).

Comprometimento, disposição e dedicação: quem já praticou algum esporte, principalmente coletivo, sabe como funciona um time. O comprometimento, a disposição e a dedicação das atletas é o que garante o sucesso da equipe. A maioria dos times treinam nos fins de semana e alguns dias de semana, então tenha em mente que sua rotina pode ter que mudar um pouco para não desfalcar e prejudicar seu time nos treinos e até em campeonatos — se estão contando com você no campo, dentro dele ou na sideline- faça por merecer sua posição!

Outros itens que costumam integrar a bolsa de uma atleta de flag football:

Luva ✓ Bola ✓ Joelheira ✓Chuteira ✓
  • Luvas: não são itens obrigatórios — tem gente que gosta, tem gente que não gosta, tanto ataque quanto defesa. Pro ataque é bom para dar mais firmeza nos catches (quando pega um passe da QB) e pra defesa para mais proteção nos dedinhos (eu, como jogadora de defesa, gosto de jogar com luvas por esse motivo).
  • Esparadrapos: publiquei uma lista com 18 coisas que só quem joga flag football sabe, e os dois primeiros itens falam sobre esparadrapo. Usamos bastante nas “juntas” dedos para protejer, tanto para pegar bola quanto para pegar flag. Quem tem brinco e/ou piercing costuma usar para proteger as jóias (e os furos) ou nas unhas, para não se machucar nem machucar as amigas em campo.
  • Protetor solar: a maioria dos times treina em campo aberto, então não abuse da sorte e proteja sua pele!
  • Repelente: como falei, normalmente treinamos em lugares abertos, então verificar se o local não tem pernilongos e bichinhos que picam no geral é legal pra não ficar se coçando no meio no treino. Se tiver, taca repelente e tá tudo bem.
  • Prendedores de cabelo: de t-o-d-o-s os tipos: xuxinha, faixa, elástico… só cuidado com acessórios mais durinhos como presilhas e grampos que podem machucar tanto você quanto suas amigas (e em campeonato não pode).
  • Tensores: de joelho, de tornozelo, de punho… se você se sentir mais segura usando algum desses, e que não prejudique sua saúde, use. Eu gosto de usar joelheiras principalmente por quê costumamos nos jogar um pouco no chão para arrancar flags na defesa, e as joelheiras protegem mais que só a calça :P
  • Bolsa de gelo: não precisa ficar com medo! Mas como em qualquer esporte, algumas pancadas são normais. Ter uma bolsa de gelo (como falei no post da lista) sempre geladinho é bom para os pós treinos.
  • Spray de gelol e etc.: novamente não é para se assustar, mas uns tombos em treinos são normais, esses sprays são ótimos na hora da pancada!
  • Bola de futebol americano: ter contato com a bola oval mesmo fora dos treinos é ótimo para ter “intimidade” com ela. Se puder, tenha uma bola no tamanho Youth, que é a que usamos em campeonato. Se for difícil de achar, uma bola no tamanho Junior (um pouquinho menor que a Youth) já está ótimo.

No mais, é sua vontade de conhecer mais sobre o esporte e ter certeza que quando começar, não vai mais conseguir parar!


Meu nome é Bianca, tenho 29 anos e jogo há 2 anos na defesa do Sorocaba Vipers. Atualmente sou assistente na comissão técnica da defesa e participo do grupo de Comunicação do time. :)
Like what you read? Give Bianca Brancaleone a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.