STF deve manter Palocci na prisão


O plenário do Supremo Tribunal Federal deve manter o ex-ministro Antonio Palocci na prisão. Segundo apurou o Estadão preliminarmente, devem votar contra o habeas corpus, além do relator Edson Fachin, a presidente Cármen Lúcia, o decano Celso de Mello, Luís Roberto Barroso, Luiz Fux e Rosa Weber. Os votos a favor devem vir de Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski, Dias Toffoli e Marco Aurélio Mello. Ainda não é clara a posição do ministro novato, Alexandre de Moraes.

Os casos polêmicos da Lava Jato, após os habeas corpus liberados pela Segunda Turma, serão submetidos ao pleno do STF. Tanto a presidente Cármen Lúcia quanto o relator Fachin ficaram incomodados com a onda de críticas recebidas pela Corte. (Globo)

Mas a decisão de Fachin causou irritação entre seus colegas da Segunda Turma. E os advogados dos réus da Lava Jato estão empenhados em jogar gasolina para aumentar o conflito interno. (Folha)

José Dirceu chegou a São Paulo de madrugada em seu primeiro dia livre. Conversou por algumas horas com seus filhos e disse que queria aproveitar para “comer o que quiser”: frutas, café, pão, queijo e presunto. Ao telefone, conversou com José Genoino, que completava 71 anos. Depois seguiu para Brasília a carro, tendo dormido pouco. O ex-ministro defendeu que o PT e Lula devem promover uma campanha eleitoral “verdadeiramente de esquerda” e se preparar para uma “guerra contra a direita”. Disse, também, estar ciente de que sua liberdade “é provisória”. (Folha)

O BNDES emprestou, durante os governos Lula e Dilma, pelo menos R$ 120 bilhões para empresas ou obras investigadas pela Lava Jato. Deste valor, R$ 38 bilhões financiaram obras no exterior. Muitos dos investimentos deram n’água: estaleiros que quebraram ou sequer entregaram os navios prometidos, usinas que entraram em concordata. Políticos e empresários ligados ao PT não foram os únicos beneficiados. O senador tucano Aécio Neves é acusado de ter recebido dinheiro do quinhão emprestado a Furnas. O relato é de Consuelo Dieguez, da Piauí.

Dilma Rousseff avisou Monica Moura, mulher do marqueteiro João Santana, que a operação Lava Jato se aproximava do casal. A comunicação entre as duas se dava através de uma conta de email à qual ambas tinham acesso. Escreviam as mensagens, deixavam no rascunho sem enviar. A outra lia, apagava, respondia da mesma forma. A ex-presidente nega.

O método é o mesmo utilizado pelo general americano David Petraeus, quando dirigia a CIA, para se comunicar com uma amante.

Em entrevista exibida ontem pela RedeTV!, o presidente Michel Temer anunciou que não será a candidato a qualquer cargo em 2018 e que pretende se retirar da vida pública. Em vídeo.

O governador do Amazonas, José Melo, e seu vice, Henrique Oliveira, foram cassados pelo Tribunal Superior Eleitoral, acusados de compra de votos. Há possibilidade de recurso ao STF. Mas a decisão tem efeito imediato e novas eleições serão convocadas desde já. (Estadão)

A reforma da Previdência deve aumentar a diferença de tratamento entre funcionários públicos e trabalhadores do setor privado na hora de se aposentar. Enquanto as regras se enrijeceram para o segundo grupo, foram aliviadas após pressões para o primeiro. (Globo)

O deputado Paulo Pimenta (PT) pôs um bom naco das redes sociais de esquerda em chamas, ontem, ao afirmar que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, havia posto para tramitar uma emenda à Constituição suspendendo as eleições de 2018 e postergando para 2020 o mandato de Temer. Seria para evitar uma vitória de Lula. O desmentido veio por seu companheiro de bancada, Vicente Cândido. A PEC é antiga, entrou na pauta após acordo que inclui o PT, faz parte da reforma política, e será substituída por novo texto. O objetivo final é fazer com que, a partir de 2022, as eleições para Legislativo e Executivo aconteçam em anos separados.

Não é a única polêmica que mobiliza as redes de esquerda. Ao longo dos últimos dias, uma ex-namorada do deputado estadual carioca Marcelo Freixo (PSOL) o acusou de machista. E as blogueiras Cynara Menezes e Djamila Ribeiro se atacaram com acusações mútuas de preconceito. No auge, uma chegou a acusar a outra de ser “feia”. Raphael Tsavkko resume — e critica.


A Suprema Corte argentina determinou a liberdade de Luís Muiña, condenado em 2011 a 13 anos de prisão pelo sequestro e tortura de cinco trabalhadores durante a Ditadura Militar. Por três votos a dois, os ministros decidiram aplicar uma lei revogada em 2001. Segundo ela, cada ano servido pelos militares antes da condenação final vale por dois. A expectativa, agora, é de que outros torturadores e mandantes presos vão recorrer.


As confusões da Turma do Supremo e o entra e sai da Lava Jato.

Tony de Marco

Mendes-x-Fachin

Cultura

A Netflix estreia hoje a aguardada segunda temporada de Sense8. O Verge entrevista o ator Naveen Andrews, cujo personagem, Jonas, é um dos focos da nova fase da série. Sobre o que o atraiu no papel, por exemplo, ele diz: “Queria me envolver em algo completamente único e que é um direto ‘foda-se’ ao que parece estar acontecendo em todo o mundo, em termos de fascismo. Esta série é anti-fascista no melhor sentido”.

Os fãs de Game of Thrones podem respirar aliviados: se a série original termina em 2018, há planos de produções derivadas surgirem depois. A HBO anunciou que está trabalhando em spin-offs da série. Contratou quatro roteiristas para os novos projetos. Não se sabe se serão continuações ou histórias paralelas, mas a emissora, claro, quer garantir a audiência do produto original.

Em São Paulo, nas indicações culturais da Bravo! o destaque é a fotografia com dois eventos no MIS: o 10FOT10MIN, que reúne hoje fotógrafos em palestras de dez minutos — como Mauricio Lima, vencedor do prêmio Pulitzer — e a Foto Feira Cavalete, que ocupa o museu no sábado e no domingo.

No Rio, as dicas incluem a 15ª edição da Feira Tijuana de Arte Impressa, no Parque Lage, no sábado e no domingo, e o show da Nação Zumbi, hoje, no Circo Voador, última apresentação em comemoração aos 20 anos do Afrociberdelia, entre outros eventos.

Nos cinemas, estreiam o longa nacional Beduíno (trailer), de Júlio Bressane, e Clash (trailer), que expõe a polarização política no Egito, entre outros lançamentos. Veja mais estreias deste fim de semana.

Lista: a Rolling Stone elege os 50 nomes mais engraçados do que chama de nova era de ouro da comédia — de atores em séries ou em stand-up a apresentadores de late shows e até de podcasts.

Começou hoje a pré-venda de ingressos para os shows de Paul McCartney no Brasil. Mas é preciso ser rápido: a venda antecipada dura pouco e já termina neste sábado, à meia-noite.

Banda emblemática do pós-punk — e também conhecida por transitar por diferentes estilos -, a histórica Blondie lança seu 11º disco, Pollinator, hoje. O álbum tem colaborações de Sia, Johnny Marr, Joan Jett, entre outros.

Viver

Da figurinista Su Tonani, que denunciou ter sofrido assédio do ator José Mayer — e decidiu não prestar queixa e abrir investigações sobre o caso: “O meu objetivo ao expor a minha história foi sair da invisibilidade, romper o silenciamento imposto, transcender este lugar de vítima que me era insuportável. Sou apenas uma profissional que, cansada de ser desrespeitada, lutou pelo que acredita. Por que incomodou tanto o meu silêncio pós-relato?”. Ela responde em novo texto publicado hoje no blog #AgoraÉQueSãoElas, da Folha, o mesmo em que fez a denúncia, em março passado. “Reservo a mim o direito de encerrar esse assunto.”

Foi lançado ontem o primeiro satélite controlado 100% pelo governo brasileiro. Vai levar dez dias para chegar à posição final e terá duas utilidades principais: ampliar a capacidade do país em telecomunicações e ser, para os militares, um canal seguro de transferência de informações.

O Uruguai começou a cadastrar os usuários de maconha interessados em comprar a erva em farmácias. No primeiro dia, recebeu 568 inscritos. Somam-se às mais de 6 mil pessoas que plantam em casa e aos 51 clubes de cultivo cooperativo autorizados pelo governo. (Globo)

A homossexualidade na Rússia não é considerada doença mental desde 1999, conta a BBC, mas ainda é alvo de bizarros métodos de “cura gay”. Sessões de hipnose de até oito horas e banhos de água benta são usados na Chechênia para “converter” homossexuais. “Me cobriram de água benta e me obrigaram a bebê-la. Às vezes me batiam com varas. Ainda tenho pesadelos. Sinto como se eles tivessem despedaçado a minha mente”, conta uma mulher forçada pela Igreja ao “tratamento”.

Memes para o futuro: o site 9Gag pediu à sua audiência que elegesse os nove melhores memes da história. Então, transformou-os em uma escultura de pedra — com 24 toneladas e 4 metros de altura — que foi enterrada num ponto secreto de um deserto. A ideia é que o monolito de memes seja descoberto por futuras gerações.

Galeria: o fluxo intenso de aviões em grandes aeroportos é revelado em montagens do fotógrafo Mike Kelley. De Dubai e Londres a Guarulhos e Amsterdã.

Cotidiano Digital

A Samsung começará a testar automóveis autômatos nas ruas da Coreia do Sul. O software e os sensores foram instalados em carros da Hyundai para a avaliação. Nos EUA, o Google já vem testando sua versão do veículo há anos. E a Apple recebeu, recentemente, autorização para começar também os seus testes.

A Tesla tomou uma decisão ímpar: a empresa de automóveis elétricos está para levar ao mercado dois modelos novos, o 3 e o Y. O CEO Elon Musk definiu que os carros não serão construídos sobre a mesma estrutura. Esta é a praxe na indústria: simplifica a linha de montagem e agiliza o lançamento. Musk, porém, imagina uma fábrica do futuro, totalmente robotizada, capaz de se adaptar e montar não importa o quê. Se der certo, é uma inovação radical. Mas analistas vêem a iniciativa com apreensão.

O Google teve receita de US$ 79,4 bilhões com publicidade, em 2016. O Facebook, US$ 26,9 bilhões. Juntas, as empresas representam 20% dos investimentos globais em propaganda.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.