SEMENTES CRIOULAS

Agenda da Agrobiodiversidade 2018

[Foto: Projeto Agroecologia Acontece]

O inverno é, tradicionalmente, época de festas no meio rural: o período celebra a fartura das colheitas e traz consigo oportunidades para as famílias camponesas realizarem troca de sementes e mudas entre si.

O ato de guardar sementes de uma safra para outra já vem dos primórdios da agricultura. Dessa forma, foram desenvolvidas uma grande diversidade de variedades de espécies vegetais adaptadas às diferentes condições ambientais e culturais de cada local.

Porém, este processo que remonta séculos de evolução cultural sofre hoje grave ameaça. Os modelos convencionais de agricultura em larga escala — geralmente despreocupada com a conservação do ambiente e com a qualidade nutricional do alimento ao longo de sua cadeia produtiva — invisibilizam ou desqualificam a valorização, disseminação e troca das sementes nativas, também conhecidas como sementes crioulas.

As sementes crioulas são um verdadeiro patrimônio genético para fortalecer a segurança alimentar e nutricional de toda a humanidade. Ao preservá-las e disseminá-las, garantimos o respeito às culturas locais; o desenvolvimento de uma agricultura livre de transgênicos e agrotóxicos; e o fomento de sistemas produtivos mais ecológicos no longo prazo. Trata-se, em última instância, de uma estratégia para preservar o alimento e o planeta para as próximas gerações.

[Foto: Projeto Agroecologia Acontece]

No sul do Brasil, a tradição de compartilhar sementes crioulas tem sido muito incentivada por agricultores. A ideia começou a ganhar mais força a partir do início dos anos 2000: desde então, diversas edições de festas e feiras de sementes crioulas vêm sendo organizadas em diferentes municípios. A ideia é que agricultores — e demais interessados, do campo ou da cidade — encontrem-se para manter viva essa cultura ancestral de trocar sementes, trocar saberes, e juntos semear um futuro mais justo ao celebrar a relação de interdependência e respeito entre o homem e a terra.

As festas e feiras de sementes disseminaram-se por todo o Brasil. Aliás, no Paraná e Santa Catarina, a Rede Sementes da Agroecologia (ReSA) mantém um calendário anual de eventos em diferentes regiões. São encontros de relevância ímpar. Afinal, promovem o resgate de sementes que poderiam permanecer esquecidas no tempo e, talvez, perder-se para sempre. O crescimento dessas festas e feiras é, portanto, uma celebração da diversidade genética, da agroecologia, da agricultura familiar e da soberania alimentar.


Este ano, são 15 festas, feiras e encontros que movimentam a agricultura familiar no Paraná e Santa Catarina em torno das trocas de sementes crioulas — sob o título de Agenda da Agrobiodiversidade 2018. Os eventos reúnem agricultores, consumidores, acadêmicos e demais interessados no assunto. Algumas das atrações dos encontros são feiras de alimentos agroecológicos, artesanatos, apresentações culturais, oficinas temáticas e, é claro, espaços de exposição para sementes e mudas. Confira a seguir a lista completa de eventos programados para este ano:

Município: Anchieta (SC)
Evento: 6ª Festa Nacional das Sementes Crioulas
Data: 16 a 18 de março de 2018
Local: Praça Orestes Gheller
Contato: Prefeitura Municipal de Anchieta — (49) 3653–3200

Município: Laranjeiras do Sul (PR)
Evento: 6ª Feira Regional de Economia Solidária e Agroecologia (FESA)
Data: 19 de maio de 2018
Local: Praça José Nogueira do Amaral
Contato: Leo — projetos@ceagro.org

Município: Curitiba (PR)
Evento: 17ª Jornada de Agroecologia
Data: 6 a 9 de junho de 2018
Local: Praça Santos Andrade e Centro Paranaense de Referência em Agroecologia (Pinhais)
Contato: jornadadeagroecologia@gmail.com

Município: Planalto (PR)
Evento: 15ª Festa Regional das Sementes
Data: 12 de julho de 2018
Local: Centro Múltiplo Uso
Contato: ASSESOAR — assesoar@assesoar.org.br

Município: Ponta Grossa (PR)
Evento: 10º Encontro da Celebração da Vida da Agricultura Familiar
Data: 27 e 28 de julho de 2018
Local: Comunidade Rural de Itaiacoca
Contato: Antônio — (42) 99978–8652

Município: Castro (PR)
Evento: 1º Feira de Sementes de Castro
Data: 19 de agosto de 2018
Local: Acampamento Maria Rosa do Contestado
Contato: Guilherme — (42) 99966–4553

Município: Tomazina (PR)
Evento: 5ª Feira Indígena de Sementes Crioulas e Mudas — Pinhalzinho
Data: 11 de agosto de 2018
Local: Terra Indígena Pinhalzinho
Contato: Reginaldo — (43) 99113–4081 ou reginaldoguarani@gmail.com

Município: Barboza Ferraz (PR)
Evento: 31a Romaria da Terra
Data: 19 de agosto de 2018
Contato: Juvenal José Rocha — cptparana@gmail.com

Município: Tibagi (PR)
Evento: 4a Feira Territorial de Sementes e Mudas Crioulas
Local: A confirmar
Data: 18 de agosto de 2018
Contato: Evandro — (43) 99907–9215

Município: Pinhais (PR)
Evento: 6ª Festa Regional das Sementes Crioulas
Data: 26 de agosto de 2018
Local: Colégio Newton Freire Maia, Estrada da Graciosa 7400
Contato: CPRA — (41) 3544–8100 ou Facebook CPRAgroecologia

Município: São João do Triunfo (PR)
Evento: 16ª Feira Regional de Sementes Crioulas
Data: 31 de agosto a 1º de setembro de 2018
Local: Parque Municipal de eventos Francisco Neves Filho
Contato: ASPTA — (42) 3252–7290

Município: Guaraqueçaba (PR)
Evento: 1a Feira de Sementes Crioulas dos Pescadores e das Pescadoras Artesanais e Caíçaras
Data: 07 e 08 de setembro de 2018
Local: Espaço Marista (PUC-PR)
Contato: Facebook Pescadoras Artesanais do Litoral do Paraná em Movimento — PEART

Município: Araucária (PR)
Evento: Encontro de Sementes
Data: 16 de setembro de 2018
Local: Comunidade Rural
Contato: Valdecir — (41) 99963–3949

Município: Mandirituba (PR)
Evento: 2ª Festa dos Guardiões de Sementes Crioulas
Data: 23 de setembro de 2018
Local: ABAI, Estrada Municipal de Jesus Biscaia s/n
Contato: ABAI — (41) 3626–2264

Município: Rio Azul (PR)
Evento: 7ª Feira Municipal de Sementes
Data: setembro de 2018
Local: A confirmar
Contato: Sindicato dos Trabalhadores Rurais — (42) 3463–1107


Para mais informações sobre a Agenda da Agrobiodiversidade 2018, ou sobre temas relacionados às sementes crioulas, entrar em contato com o engenheiro agrônomo Manuel Delafoulhouze, do Centro Paranaense de Referência em Agroecologia (CPRA), pelo telefone (41) 3544 8100 ou pelo endereço eletrônico manuel.delafoulhouze@cpra.pr.gov.br.
[Foto: Projeto Agroecologia Acontece]