Chaos Group compra a Render Legion, e agora?

Faaaaaala pessoal! Eu estou de volta para falar sobre esta notícia que balançou a indústria de CG. A Chaos Group, fabricante do renderizador V-ray, comprou um dos seus concorrentes, que vinha crescendo bastante no mercado: a Render Legion, fabricante do Corona Render. A matéria saiu no site CG Architect (http://www.cgarchitect.com/) e eu traduzi os principais pontos para vocês.

Vamos aos fatos!

Durante algum tempo, houve rumores de que grandes coisas estavam acontecendo no mercado, inclusive especialistas especulando o que seria. Só que eu acho que nenhum de nós previa o que estava por vir. Como diz o título, o Grupo Chaos acaba de adquirir a Render Legion, criadores do agora bastante popular renderizador Corona.

Nos últimos 12–18 meses, temos notado algumas mudanças nos estúdios, tanto os novos quanto os mais antigos, que tem experimentado ou estão mudando completamente de V-Ray para Corona. Em uma pesquisa realizada no final do ano passado, nós confirmamos isso, então em muitos aspectos, faz sentido que a Chaos Group estivesse interessado em fazer essa aquisição. Agregar essa participação de mercado solidifica sua posição na indústria, e permite que eles continuem alcançando todas as vertentes que atendem atualmente.

Como com qualquer aquisição, haverá muitas questões que surgirão e especulações sobre o futuro da V-Ray e do Corona. A história das aquisições em nosso mercado provavelmente será motivo de preocupação. Tanto Lon Grohs ( Chefe Criativo)como Vlado Koylazov (Chefe Técnico) disseram: “não há nada que possamos dizer que va mudar essa percepção e apenas o tempo provará o verdadeiro proposito”. O propósito que eles dizem é manter e desenvolver ambos os produtos. Cada produto está sendo elaborado com uma filosofia e objetivo diferentes, por isso faz sentido expandir seu portfólio para atender a essa necessidade. Eles não têm planos de parar o desenvolvimento de qualquer produto.

No mais, nada muda

A equipe que desenvolve Corona permanecerá na República Tcheca e continuará os avanços por lá, mas agora terá significativamente mais capital e recursos à disposição para levar o Corona onde eles acreditam que deveria ir, e claro, teremos um desenvolvimento mais acelerado dos produtos. Haverá também uma partilha de tecnologia entre os dois produtos para melhorá-los. Preços, pacotes e distribuição para ambos os produtos também permanecerão os mesmos. Então nada muda para quem possui ou oferece suporte ao Corona.

Por que o Chaos Group?

A Render Legion falou sobre sua busca por parceiros e capital para acelerar seu crescimento, e teve múltiplas ofertas de VCs (Venture Capitalists), mas apenas a oferta do Chaos Group fazia sentido, pois eles possuem a experiência do mercado e do produto. Além disso os recursos não vêm com tantas condições e restrições que seriam típicas de um investidor VC.

Grandes momentos estão por vir, diante dessa que parece ser a mais emocionante aquisição do mercado nos últimos tempos.

Meu ponto de vista

Eu, como usuário final, vejo a transação como positiva, desde que os dois softwares continuem no mercado e venham melhorando a cada mês ou ano. Semana retrasada, eu havia adquirido a versão do Corona para estudar mais sobre o software, e confesso que estava gostando bastante das ferramentas e confesso também que essa notícia me deixou um tanto preocupado. Há alguns anos atrás, a Autodesk, fabricante do 3DMax e Maya, comprou o Softimage XSI e também disse que não acabaria com o programa e continuaria a desenvolvê-lo, pois bem, com o passar dos anos o Softimage foi sendo deixado de lado até o software ser praticamente extinto. Espero muito que o Chaos Group não faça isso.

Vou ficando por aqui e volto em breve com outros posts sobre a área. Grande abraço a todos.

Lembre-se de acompanhar o Medium do Choco la Design e assinar nossa Newsletter para receber as novidades:

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.