http://s2.glbimg.com/KunmMBArhZg8fgOuvqdTVanXQjg=/e.glbimg.com/og/ed/f/original/2017/05/17/dino.jpg

Qual a importância de discutirmos sobre ser júnior, pleno, sênior e dinossauros?

Plano de carreira é sempre algo penoso, algo que realmente é difícil ser discutido. São dois lados da moeda, um lado são as empresas que ainda tem dificuldades de amadurecer a ideia de construir planos específicos para designers e que deem a possibilidade para que os mesmos possam crescer e vislumbrar um crescimento dentro da empresa, do outro lado, profissionais perdidos sem saber o que precisam fazer para crescerem nos níveis profissionais ou mesmo, se colocando em papéis que nem sempre correspondem com seus reais perfis ou o que conseguem entregar.

Mas e aí, o que fazer, como saber qual o meu nível, como muda-lo ou mesmo, será que é tão importante eu me preocupar com isso? Será que eu, como designer, não preciso me preocupar apenas com o que entrego e deixo essa coisa de carreira andar naturalmente, seguir o curso e tocar o barco?

Pois é, essa é uma discussão que acontece de ciclos em ciclos ou em grupos e grupos. Mas nunca chegamos a lugar nenhum. Essa foi a minha inspiração para montar esses dois vídeos sobre o assunto. Afinal, para que servem os níveis corporativos de que nós, designers tanto almejamos encontrar o topo?

Inscreva-se no canal e envie seus comentários sobre o que acha disso tudo!

Vídeo 2

Lembre-se de acompanhar o Medium do Choco la Design e assinar nossa Newsletter para receber as novidades:

Like what you read? Give Rodrigo Lemes a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.