Fonte da imagem: BBC. ( PASIEKA/SCIENCE PHOTO LIBRARY)

A importância da cooperação na evolução dos seres vivos

A evolução, com frequência, é associada à ideia de competição. Porém, um dos eventos mais importantes na história da vida na Terra se trata de um caso de cooperação: o surgimento das mitocôndrias.

Dalmo Kawauchi
May 11, 2017 · 4 min read

Tradicionalmente, a expressão luta pela sobrevivência é utilizada quando se fala na teoria da evolução dos seres vivos através da seleção natural. Essa expressão implica em uma ideia de competição entre os indivíduos, na qual aquele que é “mais forte” elimina aquele que é “mais fraco”. Não está totalmente errado, uma vez que a competição exerce, sim, um papel importante na evolução dos seres vivos. Conforme os indivíduos de uma espécie (ou várias) se reproduzem, geram uma demanda maior por recursos naturais, levando à competição, que eliminará os indivíduos menos adaptados.

No entanto, a luta pela sobrevivência é apenas um aspecto de um processo muito mais amplo e aberto a possibilidades, por dois motivos:

  1. A eliminação dos menos favorecidos não necessariamente se dá numa épica batalha por alimento ou território, que costuma ser a primeira imagem que vem à nossa mente quando se fala em luta pela sobrevivência. Ela pode ocorrer pelo simples fato do indivíduo estar mais vulnerável à predação, pela maior dificuldade em obter alimento, entre outros fatores. Então, ao invés de falar sobrevivência do mais forte (que faria sentido apenas numa luta num sentido literal), seria mais adequado falar em sobrevivência do mais favorecido, um termo genérico que abrange várias possibilidades de vantagem.
  2. A competição não é a única responsável pela evolução dos seres vivos. Na história da vida na Terra, houve muitos momentos em que a cooperação teve um papel muito mais importante do que a competição, não só na mera sobrevivência dos indivíduos, mas também no surgimento de formas de vida cada vez mais complexas. Um grande exemplo disso foi o surgimento das mitocôndrias.
Mitocôndrias vistas ao microscópio eletrônico. Devemos literalmente nossas vidas a essas pequenas organelas!

Vamos relembrar um pouco o que aprendemos no Ensino Médio com relação às mitocôndrias. As mitocôndrias são organelas da célula eucariótica responsáveis pela respiração celular aeróbia. Através da respiração celular, as mitocôndrias aproveitam a energia contida nas moléculas de glicose para a produção de uma grande quantidade de ATP (molécula que armazena energia). É denominada aeróbia por consumir oxigênio nesse processo. Pois bem, o que o surgimento delas tem a ver com cooperação?

Esquema mostrando a Teoria da Endossimbiose de maneira resumida. Fonte: Blog do ENEM.

Segundo a Teoria da Endossimbiose, desenvolvida por Lynn Margulis em 1981, as mitocôndrias se originaram a partir de células procarióticas de vida livre, que já realizavam a respiração aeróbia, há cerca de 2 bilhões de anos. Em determinado momento, elas foram englobadas por células eucariontes ancestrais (que eram anaeróbicas) e passaram a viver dentro delas como endossimbiontes (um organismo que vive dentro de outro, numa relação de mútuo benefício). Os endossimbiontes passaram a se alimentar das moléculas orgânicas que encontravam no citoplasma da célula eucarionte, gerando grande quantidade de ATP para a ambas as células, através da respiração celular. Com o passar do tempo, a mitocôndria passou a ser parte integrante da célula eucarionte, mas ainda mantendo um certo nível de autonomia, uma vez que elas possuem seu próprio material genético e são capazes de se reproduzirem independentemente da célula (essa é uma das maiores evidências da Teoria da Endossimbiose). Portanto, as células eucarióticas tal como a conhecemos só existe graças a esse grande evento de cooperação. Lembrando que boa parte da diversidade de seres vivos na Terra é composta de organismos eucariontes, nos quais as mitocôndrias exercem um papel fundamental, o que inclui nós, seres humanos. O mesmo se deu com relação aos cloroplastos nas células vegetais.

Gosto de defender essa ideia de que grandes conquistas biológicas foram adquiridas por meio da cooperação, pois como eu disse inicialmente, o aspecto da competição foi demasiadamente destacado no pensamento evolucionista, o que inclusive deu margem para distorções com relação ao conceito original. O extremo dessa distorção ocorre quando alguém discrimina certos grupos de pessoas, alegando que tais grupos são menos evoluídos. Não vou me aprofundar nesse ponto, uma vez que não há como justificar qualquer tipo de discriminação racial. Além disso, o argumento de que alguém é menos evoluído não faz sentido algum do ponto de vista biológico, uma vez que não existe nenhuma escala que defina o grau de evolução de um ser em relação a outro. O que existem são seres que se adaptam ao meio. Nesse sentido, não podemos nem mesmo dizer que os seres humanos são mais evoluídos que os demais animais, uma vez que os outros animais estão muito bem adaptados aos seus respectivos meios.

Portanto, dar destaque à competição em detrimento da cooperação não só não condiz com a realidade, como gera a impressão de que a natureza é essencialmente cruel, assim como os seres que nela vivem. Colocar a cooperação em evidência, por outro lado, inverte essa perspectiva. Nós mesmos, como espécie humana, somos um exemplo de como a cooperação dá certo. Com todos os nossos defeitos, somos animais sociais e só continuamos aqui porque ainda mantemos um certo nível de cooperação uns com os outros. Mas ainda temos muito o que aprender com o ancestral de nossas células, que por algum motivo, não digeriu aquele procarionte “invasor”; pelo contrário, estabeleceu uma relação harmônica com o mesmo, que persiste até os dias de hoje, com bastante sucesso.

Ciência Descomplicada

Explorando a Ciência

Dalmo Kawauchi

Written by

Se gostou de um texto meu ou quiser conversar, me manda um e-mail, ficarei feliz em responder. dalmo.kawa@gmail.com

Ciência Descomplicada

Explorando a Ciência

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade