Gamificação

Jogos dominarão o mundo

Já ouviu falar sobre gamificação?

Eu queria muito escrever sobre o assunto, e na busca desenfreada de informações, entrei por um atalho no caminho e me perdi… não achando a saída, minha energia se foi, e perdi uma vida.

Mas o que encontrei nesse atalho, valeu a vida!

Existe alguém que não goste de jogos? Não digo apenas dos eletrônicos, mas de qualquer tipo de jogo: tabuleiros, esportes, cartas, vídeo games, etc…

A gamificação está sendo amplamente empregada atualmente em áreas tais como recursos humanos, educação, ensino a distância e outras tantas mais, com o objetivo de trazer o poder, o fascínio e os desafios exercidos pelo mundo dos jogos para as mais diversas áreas do conhecimento. A grosso modo, ela usa os mecanismos de desafios/recompensas dos jogos para te incentivar a cumprir uma missão.

Porque em um jogo a gente nunca desiste enquanto não passa de fase, enquanto que na vida, muitas vezes jogamos a toalha no primeiro fracasso?

Existe uma palestra no TED.com da Jane McGonigal sobre o assunto, que impressiona pelas estatísticas. Assista! Chama-se “Jogando por um mundo melhor”. Não vou estragar a surpresa e os choques que esses números trazem.

Você consegue ver que o app gratuito Duolingo, usado na aprendizado de idiomas, utiliza esses recursos de gamificação apresentados? Assim como o excelente site de aprendizado Khan Academy?

E foi exatamente brincando de aprender na Khan Academy, que eu peguei o atalho do caminho e me perdi. Em uma das aulas de biologia que assistia por lá, ao ler as referências do material, elas apontavam para o site cnx.org, e que oásis do conhecimento é esse!?

Eu estou bebendo dessa água pura até agora, esperando a vinda do salvador que vai me tirar dali, e me lembrar que eu preciso escrever um segundo artigo sobre gamificação.

Até lá!