Do gramado à presidência

Seja em campo, na direção ou na torcida, Nivaldo sempre acompanhou o CCR (Cascavel Clube Recreativo) e atualmente é o vice-presidente do time

Nivaldo Missio acompanhou toda trajetória do clube, desde a década de 80, quando fez parte da equipe, até os dias atuais em que é vice-presidente. Nasceu na cidade de Catanduvas- PR, iniciou no Cascavel Futebol Clube na década em 1980 e jogou no time por três anos.

Durante esse tempo, se dedicou totalmente ao time, “Na época eu trabalhava meio período, e esse tempo era suficiente para treinar e focar no futebol”, diz Nivaldo. O jogador sempre acompanhou a equipe e agarrava cada oportunidade que recebia. Na mesma época, Nivaldo foi para o interior de São Paulo, jogou em Campinas, Guaratinguetá e Rio Branco, depois retornou para Cascavel.

Na década de 80, o time do Cascavel teve um elenco recheado de talentos e revelações, “Tivemos grandes jogadores que saíram daqui e tiveram uma carreira brilhante, diz o vice-presidente. “O clube teve a sua melhor época nessa década, tivemos jogadores que saíram e foram para a Europa, inclusive o Paulinho Cascavel que foi artilheiro em vários campeonatos em Portugal”, diz ele.

Nivaldo revela que atualmente é mais complicado preparar um time de qualidade com pouco investimento “A dificuldade hoje é muito grande em revelar atletas, o Custo é muito caro para que você prepare um garoto para que esse garoto vá para um clube grande”, diz ele.

Na década de noventa, o time tinha uma história bonita, tinha sido campeão na década de oitenta, Nivaldo revela que o clube sempre era temido pelos times da capital quando eles vinham jogar na cidade. “Dificilmente nós perdíamos jogos em casa na década de oitenta e noventa” diz ele.

E no final da década de noventa, o Cascavel Esporte Clube se transforma no Cascavel Clube Recreativo “O time passou por uma crise muito grande e teve uma fusão entre dois grandes times que tinham em Cascavel, e se tornou o CCR”, diz o vice-presidente.

Em 2014, Nivaldo entrou no clube como vice-presidente juntamente com Sidnei Roberto Villaca, que era o presidente naquela época, mas com o início dos projetos, Nivaldo ficou com o cargo da presidência “Eu assumi como presidente do time e no ano seguinte, em 2015, fomos campeões da terceira divisão”, diz ele.

Atualmente o time está disputando a segunda divisão pelo campeonato paranaense, “Voltamos para a segunda divisão e estamos até hoje, tentando buscar o retorno no campeonato paranaense” diz Nivaldo.

Entrevista com Nivlado Missio, vice-presidente do CCR, no estádio olímpico regional Arnaldo Busatto.
One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.