Coadjuvante
Published in

Coadjuvante

A Curiosa “Pepsi, Cadê Meu Avião?”

A minissérie documental americana “Pepsi, Where’s My Jet?”, de André Renzi, lançada mundialmente pela plataforma de streaming Netflix na quinta-feira (17/11/2022), com 4 episódios de 36–43 minutos. A história começa em 1995 quando um jovem de 20 anos, John Leonard, assiste a uma propaganda da Pepsi Cola, a marca mais cool do momento, onde ela mostra que as pessoas podem ganhar prêmios - bonés, camisetas, óculos de sol e jaquetas de couro - se juntarem pontos existentes em seus rótulos, como marketing para conseguir vender mais que a sua famosa concorrente, só que depois a empresa lança uma propaganda mais ambiciosa na TV, onde mostra um jovem adolescente dentro de um caça de guerra americano em que constava uma nota informando que se juntassem 7 milhões de pontos a pessoa poderia ganhar um avião Harrier, usado pelos fuzileiros navais, o que deixa o jovem sonhando com essa possibilidade de ganhar a aeronave, a partir de então ele faz vários cálculos de como economizar para comprar milhões de latinhas e que para isso precisaria de um investidor, pois precisaria de depósitos em vários estados do país para guardá-las e pessoas e caminhões para seu transporte, isso o leva ao investidor Todd Hoffman, que estava se recuperando de uma cirurgia em que havia retirado um tumor maligno, entretanto ele achou a ideia interessante e complicada de executar, quando John já desistia do sonho, um dia, descobriu numa propaganda impressa que não precisaria comprar esse absurdo de latinhas, pois os pontos poderiam ser comprados a dez centavos cada, Todd se interessa, manda seu advogado entrar em contato com a empresa com sua proposta, coisa que a Pepsi não só zomba da questão dizendo que foi uma brincadeira de marketing e que não tinha que levar a sério, no entanto tenta um acordo oferecendo até um milhão de dólares, que John não aceita, depois processa John no tribunal de Nova York, fazendo com que John peça a Todd para contratar um advogado conhecido por ganhar causar escandalosas contra bilionários recorra na justiça, Michael Avenatti, o processo Leonard vs. Pepsico, Inc é transferido para o tribunal federal em Manhattan e mesmo com várias tentativas nada acontece, em 1997 o Pentágono informa que o jato Harrier, que custaria o montante de US32 milhões, não está à venda, por último, em agosto de 1999, o julgamento sai para a juíza Kimba Wood, eles contratam um advogado fera no assunto contratam, no entanto a magistrada decidiu a favor da Pepsico com o seguinte argumento: “[nenhuma] pessoa objetiva poderia razoavelmente concluir que o comercial realmente oferecia aos consumidores um jato Harrier”. O documentário é muito interessante, curioso e divertido, com depoimentos de todos envolvidos e o que ficou para aquele sonhador foi a amizade com Todd, que construiu durante anos de espera da conclusão da justiça, com quem aprendeu a se aventurar pelo mundo praticando alpinismo em grandes montanhas nevadas e, surpreendentemente, o processo hoje é estudado nas mais importantes faculdades de Direito do país, como o desastrado anúncio realizado por uma grande corporação e que o cliente poderia ter ganhado. Vale muito a pena assistir. Confira o trailer:

--

--

Para quem gosta de filmes, séries e afins.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store