Coadjuvante
Published in

Coadjuvante

A Intrigante 2a Temporada de “Vikings Valhalla”

A segunda temporada da ação/aventura/drama/histórico, uma coprodução irlandesa/canadense/americana, “Vikings: Valhalla”, original e lançada pela plataforma de streaming Netflix na quinta-feira (12/01/2023), com 8 episódios de 43–54 minutos. A trama continua um mês depois que Freydís Eiriksdóttir (vivida por Frida Gustavsson), Protetora da Fé dos Pagãos, venceu Jarl Kare (vivido por Asbjorn Laufeyjardóttir) na Batalha de Kattegat, onde seu companheiro Harald Sigurdsson (vivido por Leo Suter) é ferido e Leif Eriksson (vivido por Sam Corlett), fica enfurecido porque Liv (vivida por Lujza Richter) é morta em seus braços por Olaf Harraldsson (vivido por Jóhannes Haukur Jóhannesson), meio-irmão de Harald, cristão, que deseja usurpar o trono da Noruega e reinvindica a vitória, porém, as forças de Forkbeard são vitoriosas e Olaf e seus homens capturados, entretanto ele faz um acordo com o vitorioso para manter seu filho Magnus Olafsson (vivido por Stéfan Haukur Jóhannesson) vivo e em troca Olaf ajuda o filho do Rei Canute (vivido por BradleyFregard), o jovem Svein Knutsson (vivido por Charlie O’Connor), seja o rei da Noruega, já Harald e Freydís fogem para Jomsborg com uns pagãos que encontram no caminho e reencontram com Leif, que rastreou pegadas de caçadores de recompensa para matar Harald, eles conseguem se livrar dos homens de Olaf, nesse momento Freydís revela ao irmão que está grávida de Harald, mas eles se separam porque a bela segue viagem com os pagãos e os dois amigos seguem para Novgorod, onde encontrarão o tio de Harald, que ele pretende pedir ajuda para derrotar seu irmão ganancioso, no entanto isso é só o começo da história que se passará em quatro locais diferentes e nosso herói e nossa heroína estarão separados geograficamente. Esta temporada continua intrigante, violenta, sangrenta, emocionante e com pitadas de romance, tem boas atuações dos protagonistas, ótimo elenco, ótima direção de arte, boa fotografia, boas coreografias de lutas, Belíssimos cenários naturais, boa trilha sonora, bom figurino, boa maquiagem e penteados, bom ritmo e um roteiro muito interessante, que mostra o início do final da Era Viking, quando os ingleses começam a tomar seu espaço na narrativa, onde há traições de toda sorte, o nascimento de um bebê que corre risco de morte por ser o provável futuro rei da Noruega e uma mulher forte e destemida que aposta sua vida num amor que não tem ideia do que o outro sente. Vale muito a pena assistir, maratonar e esperar a última temporada, já confirmada. Confira o trailer:

--

--

Para quem gosta de filmes, séries e afins.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store