O Atraente “Golden Kamuy” (2024)

Marcia
Coadjuvante
Published in
3 min readMay 20, 2024

--

A ação/aventura/histórica japonesa “Golden Kamui”, de Shigeaki Kubo (Road to High & Low), estreou nos cinemas japoneses em 19 de janeiro de 2024 e lançada na plataforma Netflix no domingo (19/5/2024), com 2h e 7 minutos de duração. A trama - que se passa no início do século XX em Hokkaido, no Japão, na Era Meiji - acompanha o sargento Saichi Sujimoto “O Imortal” (vivido por Kento Yamazaki) que descobre que há um tesouro a ser encontrado de um criminoso condenado, Hijikata Toshizo (vivido por Tachi Hiroshi), que tatuou nos corpos de criminosos, que fora libertos de sua prisão, o local exato de encontrá-lo, então Sujimoto seguindo aleatoriamente depois da batalha Colina 203, na Guerra da Rússia contra o Japão, está na parte norte da Ilha de Hokkaido, um local selvagem, todavia, precisa chegar à cidade para dar assistência à viúva de seu amigo de infância Toragi Kenmochi (vivido por Yuki Izumisawa que morreu na batalha, a mesma que Sujimoto participou e sobreviveu a tamanha violência, ele se desloca em meio a neve e se depara com um desses criminosos tatuados, mas um urso pardo acaba matando o homem, quando aparece em seu caminho uma nativa, a jovem Asirpa (vivida por Anna Yamada), da tribo Ainu, que lhe ajudará a sobreviver a investidas de dois ursos pardos e depois a encontrar outros criminosos tatuados sem precisar esfolá-los, pois a jovem sabe desenhar essas tatuagens para ele, a seguir ela o leva à sua tribo onde ele conhece sua avó e seu tio/avô, pois ela é órfã de pais, e os parentes dizem a Sujimoto que estão felizes dela levá-lo por nunca ter feito isso antes e, por isso, eles dão a benção para ele casar com ela, porém, o jovem não está interessado nesse momento, somente à caça ao tesouro e acaba deixando o lugar sem se despedir, só que ele correrá risco de vida mais tarde, na cidade de Otaru, em que vários criminosos e o tenente da sétima guarnição do exército, o insano Tsurumi Tokushiro (vivido por Tamaki Hiroshi), japonês querem os desenhos do local do tesouro e acabam prendendo-o e quem o salvará será novamente Asirpa com seu lobo branco e ainda uma ajuda inusitada. O filme - baseado no mangá japonês, escrito e ilustrado por Satoru Noda, lançado em 2018 - é divertido, envolvente, sangrento e curioso, tem ótimas atuações do protagonista e dos coadjuvantes Yamada e Tamaki Hiroshi, ótima direção de arte, bela fotografia, belos cenários, bela trilha sonora, bons efeitos visuais, ritmo lento e um roteiro interessante e atraente, sobre um veterano de guerra que procura um tesouro escondido por um criminoso que está preso e tatuou colegas de prisão que se libertaram para encontrarem seu tesouro, o soldado terá a ajuda inesperada de uma nativa que diz a ele que esse tesouro foi roubado de seus pais e que morreram durante esse crime. Vale a pena assistir apesar de ser longo. Confira o trailer:

--

--