Por que os eventos precisam de um código de conduta?

Spoiler: a regra fundamental em todos os espaços sociais é não ser um idiota!

Existe uma regra fundamental para espaços de convívio social: não seja um idiota! Parece óbvio? Mas não é. Não existe nada menos comum que o senso comum, por isso normas de condutas explícitas são fundamentais para um bom convívio.

Já fui em eventos em que ouvi palestrantes fazerem piadinhas misóginas e homofóbicas, participantes fazendo comentários racista em alto e bom som para quem quisesse ouvir, pessoas que exageraram na bebida e incomodaram outros participantes… Também já ouvi diversas histórias de desrespeito com pessoas próximas a mim. Em um caso recente, em um grande evento de tecnologia, houve até ameaça de morte por parte de alguns indivíduos de caráter extremamente duvidoso que não aceitam que existam pessoas trans palestrando (ou exercendo qualquer atividade!).

Alguns eventos se posicionaram rapidamente e resolveram o transtorno, outros, no entanto, mantiveram uma postura blasé, ignorando completamente a situação porque o ofensor era alguém de renome ou porque era amiguinho dos organizadores. Você já presenciou algo do tipo? Já passou por isso?

Uma possível solução para evitar esses constrangimentos, seria por exemplo enviar aos palestrantes, toda a equipe, patrocinadores, apoiadores, para os participantes quando se cadastram no evento, em publicações no Facebook, posts no Twitter, pendurar nas diversas áreas do evento o Código de Conduta.

Gif de um pinguim batento na cabeça de outro

O que quero dizer é que um Código de Conduta claro e disponível para todos ajudaria a evitar esses tipos de situações. O combinado não sai caro!

Por essas e outras, resolvi escrever este texto.

​Primeiro, o que é um Código de Conduta? É um instrumento que serve para inspirar as pessoas a se comprometem e comportarem-se com o que está especificado ali. As diretrizes descritas devem, ou deveriam estar interiorizadas nas pessoas, em harmonia com sua própria ética.

Não precisa ser um amontoado de regras complexas, mas princípios básicos de educação, de convívio entre seres humanos, que incentive condutas positivas e rechace os comportamentos negativos. Em outras palavras, é respeitar ao outro, não fazer ou agir com o coleguinha o que não gostaríamos com nós mesmos.

Como escrevi em ou outro texto, se colocar no lugar do outro é a mágica!

Gif Try walking in my shoes (tente se colocar em meu lugar), que também é uma música do Depech Mode

No entanto, regras que só servem para enfeitar, para o evento parecer super cool, não ajudam para muita coisa. Tem que haver consistência entre o que se prega e o que se faz.

Em eventos, não importa se de pequeno ou grande porte e aqui incluo também meetups, workshops, cursos, palestras, as regras de convivência explicitadas são um mecanismo de realização de filosofia, visão e valores, é a declaração das expectativas que os organizadores têm frente à sua equipe, participantes, palestrantes, monitores, mentores, grupos, patrocinadores, apoiadores e voluntários.

Um Código de Conduta claro gera perspectivas de comportamento em nossos eventos. Isso meus amigos, faz uma enorme diferença! Pode evitar assédio, bullying e outras práticas desrespeitosas, encoraja pessoas que já passaram por esse tipo de experiência a se sentirem seguras a participarem. Se ainda assim houver comportamentos agressivos e ofensivos, as devidas medidas devem ser tomadas que pode ser desde a saída do atacante do recinto até medidas judiciais. Além do mais:

  • Oferece aos organizadores e toda a equipe, instruções transparentes de como lidar com situações indesejadas rapidamente, com o mínimo de repercussão;
  • Orienta as ações de seus colaboradores, patrocinadores, voluntários, organizadores e todos os envolvidos;
  • Ajuda a garantir uma experiência segura, agradável e positiva para todos;
  • Agrega valor e dá credibilidade ao seu evento;
  • Expressa a postura e respeito que temos em face aos diferentes públicos com os quais interagimos;
  • Demonstra consideração à diversidade;
  • Torna-se reconhecido pela ética;

Entre outras vantagens, incorporar o uso de um código de conduta beneficia a todos, promove a tolerância, a equidade e o bem comum. E se isso não for suficiente, ainda pode ser bom financeiramente, se for o caso do seu evento: público feliz, propaganda positiva, mais pessoas pagantes nos próximos.

Um código de conduta não serve apenas para eventos, serve para a vida!

Em quantos eventos você foi que o código de conduta estava explícito?

Nós do Codamos temos um meticuloso Código de Conduta , que descreve o comportamento esperado de nossa equipe, participantes, palestrantes, grupos, eventos, patrocinadores, apoiadores e voluntários em todas as atividades listadas em nossa plataforma, tanto offline como online. Estamos comprometidos com uma política anti-assédio independentemente de:

  • Histórico de vida;
  • Aparência física;
  • Situação familiar;
  • Gênero;
  • Identidade ou expressão de gênero;
  • Estado civil;
  • Sexo;
  • Orientação sexual;
  • Língua materna;
  • Idade;
  • Capacidade;
  • Deficiência;
  • Raça e/ou etnia;
  • Nacionalidade;
  • Condição socioeconômica;
  • Religião (ou falta dela);
  • Localização geográfica;
  • Qualquer outra dimensão da diversidade.

Se o seu evento ainda não tem um ou se quiser usar o nosso Código de Conduta, fale com a gente contato@codamos.club

Gif Codamos