5 dúvidas comuns antes de criar um Code Club

Oi pessoal, tudo bem?

Frequentemente recebemos perguntas de interessados em montar code clubes em suas cidades, bairros, escolas e instituições, tem dúvidas a respeito de alguns pontos. Então resolvi escrever esse post para ajudar essa galera iniciante no projeto (ou que esteja pensando em iniciar).

Então vamos lá…

1- Idade ideal
Nosso material foi desenvolvido pensando em idades entre 9 a 11 anos.

[caption id=”” align=”alignnone” width=”630"]

Code Club Pequenos Programadores / Itapetininga (SP)[/caption]

2- Mas, posso trabalhar com outra faixas etárias?
Nada impede que você trabalhe com uma faixa de idade menor (7 anos). O que acontece é que as lições podem ficar um pouco mais lentas para os muito pequenos, mas há outros meios de trabalhar lógica de programação com eles utilizando, por exemplo, as atividades offline da Code.org, e também jogos para tablets e celulares como Light Bot.

[caption id=”” align=”alignnone” width=”600"]

Light Bot disponível para Tablets e Celulares.[/caption]

Para os maiores que 12 anos, também é possível usar o nosso material, mas percebo que para eles os exemplos podem ser rasos e pouco complexos, e você vai precisar possivelmente de um code club leader (instrutor), com experiência com programação para criar novos desafios a eles. Quando isso acontece é bem legal!

Outra possibilidade é trabalhar com nosso material para aprender os conceitos e posteriormente usar o CodeCombat.com para aplicá-los.

[caption id=”” align=”alignnone” width=”620"]

CodeCombat pode ser um ótimo complemento para as lições aprendidas nos Code Clubs.[/caption]

3- Capacitação de voluntários
Não possuímos um programa de capacitação oficial ainda (estamos trabalhando nisso). Sugerimos aos voluntários que serão posicionados como code club leaders (instrutores) que treinem fazendo nossas lições antes de trabalhar com as crianças. O método é como um tutorial autogerenciado e complementado por orientações que colocamos na página da lição na área de voluntários do Blog.

Outra dica importante durante esse treinamento é fazer uma aulas-modelo! Assim como a constante troca de experiências entre os voluntários no grupo do Facebook que tem sido uma ferramenta muito eficaz nesse sentido.

E claro, é muito importante frisar que não é pré-requisito saber programação para ser o club leader.

4- Materiais
As lições traduzidas para o Português Brasileiro ficam disponíveis aos usuários que se cadastram como voluntários no nosso site. Ao se cadastrar no Code Club, o voluntário tem acesso a materiais complementares para administração do clube.

5- Laboratório / Computadores
Não é necessário um laboratório com máquinas super possantes para tocar um Code Club. O principal programa que usamos é o Scratch que é multiplataforma (funciona em Windows, Mac e Linux — já testei em todos!).

Requisitos mínimos da máquina:

  • Monitor com resolução minima de 800x600,
  • CPU e Memória (praticamente todos os atuais),
  • 120 Mb de espaço em disco (HD).

É bem legal também ter recursos na máquina como Placa e Caixas de Som, bem como microfone e câmera, pois é possível criar de maneira muito fácil jogos com interação utilizando esses dispositivos. É necessário ter instalado o Adobe Air e o plugin Flash player.

[bônus1]

Aqui no Brasil há alguns colégios/escolas que tem diponíveis os UCAs (um computador por aluno), e eles funcionam muito bem com o Scratch!

Há três versões do Scratch disponíveis: Internet (roda direto no browser), a Offline 2.0 (instalável, muito parecida com a atual online), e a Offline 1.4 (instalável, com a maioria dos recursos disponíveis na versão anterior, ideal para máquinas mais antigas).

[caption id=”” align=”alignnone” width=”611"]

Scratch é nossa ferramenta principal para desenvolvimento das lições Code Club.[/caption]

[bônus2]

Recentemente o pessoal do MIT lançou uma versão do Scratch para tablets chamada Scratch Jr, que é uma ótima alternativa para alunos mais novos.

E aí, tem mais alguma dúvida? Envie-nos um e-mail para contato@codeclubbrasil.org, comente esse post, ou fale conosco na nossa página no Facebook.

Um abraço,
Felipe Fernandes

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.