JavaScript é cheio de estilo

Cada um tem um estilo próprio de programação. Alguns gostam de espaços, outros de usar tabs. Uns preferem que as chaves estejam na mesma linha e outros preferem em linhas distintas. Isso é normal, mas se torna um problema quando começamos a trabalhar em equipes. Afinal, imagine só se cada um resolver utilizar o seu próprio estilo em um projeto onde trabalham vários desenvolvedores simultaneamente. É receita certa para o fracasso.

Para evitar este problema, as equipes/empresas costumam definir um guia de estilos que deve ser respeitado por todos os envolvidos. Não há fórmula mágica para criar este guia, o importante é que todas as principais regras sejam definidas e que todos a sigam.

Para facilitar a nossa vida, as grandes empresas de tecnologia revelaram qual o guia de estilo que elas utilizam. Neste artigo focaremos apenas nos guias do JavaScript, mas é possível encontrar das mais diversas linguagens, desde o Java, Go até o C#.

Vamos dar uma olhada.

Guia do Airbnb

Este guia se tornou referência na internet por ser bastante completo. Ele contempla praticamente todos os aspectos do JavaScript, desde tipos, referências e objetos até funções, classes e afins.

Ele está disponível neste link.

Guia do Google

Outro guia que não podia deixar de ser referência é o da gigante Google. Assim como o do Airbnb, ele é bastante completo e organizado.

Ele está disponível neste link.

Guia — Idiomatic JavaScript

Outro guia bastante popular na internet é o Idiomatic JavaScript Guide. O grande ponto positivo é que este está disponível em português (graças a contribuição de diversos desenvolvedores brasileiros).

Ele está disponível neste link.

Guia do jQuery

Quando falamos em JavaScript, é praticamente impossível não associar ao jQuery. A biblioteca JavaScript mais famosa do mundo também tem um guia impecável.

Ele está disponível neste link.

Guia — JavaScript Standard

Por fim, mas não menos importante, há este guia que também é bastante utilizado. Muitas empresas a utilizam, tais como: NPM, GitHub, MongoDB, and ZenDesk.

Ele está disponível neste link.

Conclusão

Lembre-se que no final das contas o padrão mais importante é aquele que atende aos gostos e necessidades da sua equipe/empresa. E tão importante quanto escolher um guia, é segui-lo a risca. Utilize ferramentas de automação para implementar estas regras nos seus editores/IDEs e deixe que a máquina faça o trabalho por você ;)

Gostou? Recomende 👏 este artigo , comente, acompanhe nossa publicação e compartilhe!

Siga nossa publicação e não perca os próximos artigos! http://www.codeprestige.com.brFacebook, Twitter, Youtube

Code Prestige

Artigos, notícias e dicas sobre o melhor da tecnologia

Diego Martins de Pinho

Written by

Desenvolvedor de Software, Fundador da CodePrestige e autor do livro ECMAScript 6 - Entre de cabeça no futuro do JavaScript

Code Prestige

Artigos, notícias e dicas sobre o melhor da tecnologia

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade