Estoicismo Diário #190 — A praticabilidade da filosofia

"Porque eu acredito um bom rei o é desde o início e um filósofo por necessidade, e o filósofo é desde o início uma pessoa majestosa." 
— Musonius Rufus

As pessoas tinham o costume de me dizer que administração de negócios é para a vida prática e a filosofia é para o espírito, disse o General Herzl Halevi, ao longo dos anos, contudo, descobri que era exatamente o oposto: eu usei a filosofia de forma muito mais prática.

Filosofia não é um conjunto de textos complexos que requerem horas para serem lidos e dias para serem compreendidos. Filosofia é resolver problemas.

Grandes líderes do mundo entendiam (e entendem) isso e aplicam a filosofia nos momentos em que é preciso tomar decisões éticas, definir a prioridade, equilibrar as situações e compreender melhor algum evento.

Atualmente, como não estamos na linhagem para sermos monarcas de algum país, a proposta de Rufus parece sem sentido. Mas não é.

Podemos jamais assumir um trono, mas em todos os momentos assumimos alguma posição de liderança. Nesses momentos que a filosofia vem em nosso socorro.

O estudo da filosofia cultiva nossa razão e nossa ética de forma que possamos fazer bem nosso trabalho e ajudar os outros a fazer o deles. Portanto, não descarte a filosofia, tem muita gente contando com você.

Aplicação pessoal

Ou os filósofos se tornam reis, escreveu Platão, ou aqueles a quem chamamos de reis deveriam empreender na filosofia.

Marco Aurélio é um exemplo de um rei-filósofo que se encaixa bem na utopia descrita em A República.

Ele era o homem mais poderoso do mundo, mas também era um filósofo dedicado. Um filósofo que agradeceu aos deuses porque "não se preocupou em escrever tratados ou ser absorvido em debates lógicos ou perder tempo com a física".

Marco buscava na filosofia não uma forma de escapar dos seus deveres, mas de orientar sua mente. A filosofia era um exercício diário que lhe ajudava na tarefa de ser um bom imperador, um bom pai, um bom marido — uma boa pessoa e, consequentemente, um bom líder.

Filosofia não é impraticável como muitos afirmam ao dispensá-la, pelo contrário, ela é um conjunto de exercícios que ajudam você a ser alguém melhor. E quando falamos dos estóicos, agir é a regra, não a exceção.

Esta razão que me levou ao estoicismo: sua praticabilidade. E esses exercícios me permitiram começar uma longa jornada para aproveitar melhor a vida.

A pergunta que fica: você vai participar da jornada, ou prefere não "perder tempo" com a filosofia? O que você aprende sobre a filosofia não beneficia apenas a você, lembre disso.



Conecte

Gostou? Clique no ❤ para que outras pessoas descubram este texto.
Quer receber emails com dicas e textos?
Clique Aqui