Estoicismo Diário #217 — O poder do silêncio

"O silêncio é uma lição aprendida com os vários sofrimentos da vida."
 — Sêneca, em Thyestes

Há alguns milênios, Zenão de Cítio disse: “Nós temos uma boca e duas orelhas, então devemos ouvir mais do que falamos”. E Robert Greene concordou ao escrever:

"Quanto mais você fala, mais chances você tem de falar alguma besteira."

Em cada momento, você tem a chance de permanecer de boca fechada, mas decide que sua opinião é tão importante que precisa ser ouvida, especialmente quando acha que você está certo(a) e todos estão errados.

A verdade é que quanto mais você fala, mais chances você tem de perder uma oportunidade, ignorar feedback e de provocar ainda mais sofrimento. Ou você acha que discutir com alguém não causa sofrimento a alguma das partes?

A recomendação: ouça Sêneca e não passe por tantos sofrimentos para aprender que não falar besteira é uma habilidade essencial.

Aplicação pessoal

Sempre que alguém diz algo, temos a necessidade de corrigir ou argumentar; ou falar sobre como somos maravilhosos; ou nos defender, afinal, ninguém gosta de reconhecer os próprios erros.

Mas o estóicos já disseram que: 1. reconhecer os próprios erros evita discussões, 2. manter o silêncio nos torna pessoas mais interessantes.

Nos próximos dias, antes de argumentar com alguém ou quando sentir a necessidade de falar muito, resista ao impulso de responder imediatamente. Pare por uns segundos e pense: O que eu tenho a dizer vai adicionar algo à conversa? É tão importante assim?

Se a resposta for não, você já sabe o que fazer.



Gostou? Então clica no ❤ para que outras pessoas descubram este texto. 
Quer receber um email por semana com dicas, reflexões, meditações e textos?
Clique aqui e informe seu email