Estoicismo Diário #248 — Foque naquilo que é seu

"Lembre-se, então, se você considerar livre o que por natureza é servil e possuir o que não é seu para possuir, você será algemado e miserável, culpando tanto os deuses quanto as pessoas. Mas se você considerar como seu apenas o que lhe cabe e o que pertence aos outros como não sendo seu, então ninguém jamais terá o poder de lhe coagir ou lhe parar, você não encontrará alguém para acusar ou culpar, não fará coisa alguma contra sua vontade, não terá inimigos, ninguém irá lhe ferir porque nenhum mal poderá lhe afetar."
 — Epictetus

Depois que o avião do Capitão James Stockdale foi derrubado no Vietnã, ele suportou sete anos e meio de tortura em várias prisões.

Ao ejetar do avião, enquanto observava o chão se aproximar, Stockdale disse a si mesmo: "estou saindo do mundo da tecnologia e entrando no mundo de Epictetus". Ele não afirmou isso de forma leviana.

Stockdale sabia que não seria fácil sobreviver. Em busca de um alicerce para aguentar o tempo que viria, ele se voltou para um único conceito: controle aquilo que você pode e deixe o resto acontecer.

Anos depois, quando foi entrevistado por Jim Collins, Stockdale afirmou que aqueles que sofreram mais foram os otimistas, aqueles que diziam "sairemos no Natal", então o Natal chegava e ia e continuavam presos. Os otimistas esperavam algo que não podiam controlar. Morreram encarcerados e com o coração partido.

Stockdale voltou-se para a única coisa que podia controlar — ele mesmo. E sobreviveu para relatar o que houve.

Aplicação pessoal

A maior parte das nossas frustrações ocorre porque criamos expectativas sobre coisas que não podemos controlar.

Você não controla o resultado da prova. O professor que atribui a nota. Você só pode se preparar. Mesmo estudando e praticando por horas, sua nota ainda pode ser ruim.

Sua entrevista pode ter sido excelente e seu currículo pode ser perfeito para o cargo. Mas o entrevistador/gerente que decide se você se enquadra ou não no perfil que desejam.

Isso significa que todo o esforço é inútil? Pelo contrário. Você pode controlar o esforço que emprega em tudo o que faz. O resultado não lhe cabe, mas é sua obrigação agir com diligência — seja em uma prisão no Vietnã ou na sua casa.

Seja como Stockdale: foque no que você pode controlar. Mesmo que esteja algemado(a), você ainda tem poder de escolher como reagir. Não jogue isso fora se entregando a sentimentos ruins.

No fim, a capacidade de não se entregar ao desespero é o que fará você se destacar de todo o resto.



Quer receber um email por semana com dicas, reflexões, meditações e textos? Clique aqui e informe seu email