Estoicismo Diário #271 —Quando "mais" se torna o padrão

"Nada pode satisfazer a ganância, mas mesmo os pequenos atos satisfazem a natureza. Então a pobreza de um exílio não traz infortúnios, pois nenhum lugar no exílio é tão árido ao ponto de não poder oferecer suporte amplo a uma pessoa."
 — Sêneca

Reflita um pouco sobre o que você considerava como normal.

Seu primeiro salário parecia enorme. Comer miojo no almoço para não gastar muito dinheiro era rotina. Seu primeiro quarto tinha o tamanho perfeito para caber tudo.

Hoje, as condições do passado não seriam mais suficientes. E é provável que você deseje ainda mais do que possui agora. Mas há alguns anos, tudo parecia suficiente. Tudo estava bem.

À medida que vamos nos tornando "bem sucedidos", esquecemos quão resilientes éramos. Na verdade, começamos a nos tornar frágeis, acreditando que não podemos viver sem o que temos agora.

Você vai ficar bem se as coisas derem errado. Você pode viver bem com muito menos do que acredita ser necessário para ter uma vida confortável. Se acredita que não consegue, é só revisitar algumas memórias.

(Só evite voltar ao miojo.)

Aplicação pessoal

Há alguns anos vi uma reportagem sobre um homem que vivia em uma casa rural no Camboja e sobre um homem que vivia em um apartamento de luxo em Nova Iorque. Adivinhe qual deles era o mais feliz.

O cambojano, satisfazendo suas necessidades básicas, não sentia que precisava de outra coisa. Ele tinha uma família, um trabalho e uma vida feliz. Enquanto isso, o nova-iorquino vivia insatisfeito.

Ryan Holiday afirmou: “Quando você não sabe o que quer, MAIS se torna o padrão.” Quanto você precisaria ganhar por mês para viver bem? O que você precisa ter para viver de forma confortável?

A probabilidade de você ter respondido algo muito acima da sua necessidade real é grande. E o próprio Holiday sugere que quanto mais cedo você achar a resposta para essas perguntas, melhor. Você viverá de forma menos reativa.

Ryan queria uma fazenda no Texas, animais no quintal, escrever e poder correr todos os dias. Ele também é um autor de best-sellers, mas isso é efeito colateral do bom trabalho que ele faz. O que ele realmente desejava, ele já conseguiu — o resto é um bônus da vida.

Não se baseie nos outros, defina os limites adequados para suas necessidades e você não precisará se preocupar com escolhas. Nas palavras de Ido Portal, limites oferecem liberdade.



Conecte

Se você quiser se concentrar nas coisas certas, diminuir o estresse e controlar a ansiedade, clique aqui e se inscreva para receber um email por semana com dicas, exercícios e textos.