Estoicismo Diário #13 — Valorize sua mente

"Nós controlamos nossas escolhas e todos os atos que dependem da nossa vontade moral. O que não está sobre nosso controle é o nosso corpo e suas partes, nossos pertences, familiares, filhos ou país — qualquer coisa com as quais nós podemos nos associar."
— Epictetus

Isso é tão importante que vale a pena ser repetido todos os dias da sua vida: uma pessoa sábia sabe o que ela pode controlar e o que está fora da sua esfera de controle.

Felizmente, Epictetus sempre nos dá a resposta: a única coisa sobre a qual temos controle é nossa mente.

Sim, você não tem controle nem mesmo sobre seu corpo físico. A qualquer momento algo pode acontecer e você não ter mais controle sobre seus movimentos. Eu fiquei sem controle sobre um dos meus braços ao fazer uma cirurgia.

Existe simplicidade e beleza no que Epictetus propõe. Ao invés de ter uma lista infinita de coisas que você acha que tem em seu controle e precisa gerenciar, você só precisa se preocupar com sua mente, suas escolhas e sua vontade.

Aplicação pessoal

Fazer uma cirurgia no ombro foi um dos pontos baixos de 2016 porque não era apenas o movimento do ombro que estava comprometido. Existir fazia a articulação doer, goddamnit. Não havia posição em que eu pudesse ficar sem que houvesse dor (até hoje o ombro dói, para falar a verdade).

Mas a minha mente continuava funcionando, mesmo que um pouco devagar por causa da quantidade de analgésicos e outros remédios.

Eu não tinha controle sobre meu corpo e eu não tinha controle sobre a dor, mas eu podia dedicar meu tempo à minha mente. E foi o que eu fiz. Os meses de imobilização pós-cirurgia foram dedicados a definir o que faria nos meses seguintes.

Na ausência da possibilidade de agir no mundo físico, eu pude agir no mundo mental: organizar meus pensamentos e planejar o futuro.



Conecte

Se você gostou deste texto, se inscreva na lista de emails da publicação. Toda semana você irá receber insights sobre desenvolvimento pessoal, melhores textos, dicas e outras coisas úteis.

Clique aqui para se inscrever na lista de emails.

E se quiser me pagar um café, clique aqui.