Tim Ferris (esquerda) e Josh Waitzkin (no chão). Fonte: http://tim.blog/2016/03/23/josh-waitzkin-the-prodigy-returns/

Estoicismo Diário #28 — Escolhendo role models

"Dê uma boa olhada no princípio que governa a vida das pessoas, especialmente dos sábios, do que eles fogem e o que buscam."
— Marco Aurélio

O papel das pessoas sábias é este: servir de role models para nossas vidas. Ajudar-nos a validar um conceito e nos guiar nos momentos complicados.

Tim Ferriss tem um acrônimo para os momentos em que ele precisa de ajuda para chegar a uma conclusão, ele diz para si mesmo: "WWWBD?" ou "What would Warren Buffett do?". E, depois de ter entrevistado tantas pessoas excelentes naquilo que fazem, ele provavelmente deve ter outros WWD (What would… do?).

Não importa quem será o seu role model — sua mãe, seu avô, Arnold Schwarzenegger, Da Vinci, Mozart — , mas escolha alguém em quem se inspirar. Analise o que essa pessoa faz e, especialmente, o que ela não faz e faça o seu melhor para agir de forma similar.

Aplicação pessoal

A imagem do Estoicismo de hoje apresenta duas pessoas que eu tenho como role models: Tim Ferriss e Joshua Waitzkin.

Tim Ferriss é conhecido como autor de best-sellers e human guinea pig — em outras palavras, ele experimenta coisas, se fode e compila o conhecimento pra que nós não tenhamos que fazer o mesmo. Josh Waitzkin é um prodígio do xadrez e artista marcial (Tai Chi Push Hands e Brazilian Jiu Jitsu).

Constantemente eu acompanho (ou tento) o que o Tim e o Josh estão fazendo de forma a aprender coisas que possam me ajudar a fazer escolhas melhores.

Seres humanos aprendem através da imitação — afinal, como você acha que aprendeu a falar ou andar? Mas, uma hora, chega um ponto em que você começa a imitar tão bem que você passa a emular o comportamento da outra pessoa. Você internalizou e adicionou o que é exclusivamente seu.

Quem são seus role models? Quem você pode copiar?


Conecte

Gostou? Aperte o ❤ para que outras pessoas descubram este texto. E se quiser me pagar um café, clique aqui.