Em meio à pandemia, pesquisadores brasileiros desenvolvem tecnologia para ajudar deficientes visuais.

LC
LC
Aug 1, 2020 · 3 min read

Conta-Gotas Sonoro para deficientes visuais está entre as startups mais inovadoras do país.

Pesquisadores e inventores falam sobre seus projetos em laboratório da UFPB.

Há pouco mais de quatro meses, quando o Diretor-Geral da OMS, Tedros Adhanom, anunciou que a Covid-19 havia se transformado em uma pandemia; parte da população foi colocada em uma situação especialmente crítica, os deficientes visuais. Além das dificuldades no atendimento regular de saúde impostas pelo isolamento social, pessoas com baixa visão precisaram redobrar a atenção em relação à higienização das mãos — já que pode-se dizer que é pelo tato que cegos “enxergam” objetos e pessoas. No Brasil, existem cerca de 6,5 milhões de pessoas com deficiência visual, sendo 582 mil cegas e 6 milhões com baixa visão, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística — IBGE.

“O conta-gotas foi desenvolvido para oferecer algo que hoje, nesse cenário de pandemia, é ainda mais valioso para o deficiente visual, a autonomia”

Antes mesmo da pandemia, um grupo de pesquisadores e inventores brasileiros já havia desenvolvido um conta-gotas sonoro, dotado de tecnologia capaz de oferecer mais conforto, segurança e autonomia às pessoas com algum tipo de deficiência visual. Como é muito comum que deficientes visuais contem com o apoio de outras pessoas na hora de tomar uma medicação ou acompanhá-los a um tratamento, os pesquisadores ressaltam que o Conta-Gotas Sonoro foi desenvolvido para permitir que o usuário possa usá-lo sozinho, administrando dosagens tanto para si quanto para terceiros. “O conta-gotas foi desenvolvido para oferecer algo que hoje, nesse cenário de pandemia, é ainda mais valioso para o deficiente visual, a autonomia” — explica João Vitor Pedrosa, engenheiro e um dos inventores do produto.

Cada gota, um beep.

Cada vez que uma gota passa pelo sensor localizado em um canal no centro da estrutura do PING!, o usuário pode contar a quantidade de gotas do medicamento que está ministrando.

Desenvolvido a partir de um trabalho de conclusão de curso de alunos de Engenharia Elétrica e Engenharia de Produção da Universidade Federal da Paraíba, o Ping, no meio da pandemia, ainda conquistou espaço entre as startups mais inovadoras do país garantindo aporte de cerca de R$50.000 em recursos do Centelha, Programa de Incentivo à inovação e empreendedorismo do Governo Federal. A ideia, segundo seus inventores, é estar “o mais rápido possível, à mão dos deficientes visuais e seus familiares".

Designers brasileiros e holandeses investiram para acelerar a invenção.

Protótipos desenvolvidos pela Spark Design & Innovation.

Muitos projetos inovadores não conseguem superar a falta de conexão entre o mercado e a academia, mas no caso do Ping foi diferente. O projeto foi pré-acelerado pelo Contra, empresa especializada em design estratégico, que foi fundamental entre outras coisas, por articular uma parceria que tirou o conta-gotas dos escaninhos da UFPB e o levou direto à prancheta da Spark, multinacional holandesa de design industrial com filial em Recife. O investimento em um novo protótipo 100% funcional foi um passo decisivo para que o projeto pudesse ser inscrito em programas de aceleração como Startup Chile, Inovativa Brasil e, finalmente, pudesse conquistar a subvenção oferecida pelo Centelha.

“O casamento entre a nossa experiência em desenvolver produtos e o bom trabalho de pesquisa dos inventores foi vital” — observou o Designer Diogo Carvalho.

Antes e depois: investimento em design e inovação ampliou alcance do produto.

"Um projeto como esse percorre diversas etapas; não é só inventar, não é só ter a ideia…" — observa Diogo Carvalho, designer responsável pelo Ping. Pra conseguir fazer a transferência da tecnologia para o produto foram necessários alguns anos de investimento: "o casamento entre a nossa experiência em desenvolver produtos e o bom trabalho de pesquisa dos inventores foi vital"— completou Diogo sobre o desafio de apresentar o Ping como produto efetivamente ofertado ao mercado.

Mais informações: http://useping.com.br

http://instagram.com/use.ping

+55 83 9 9921 3299

Contra.cc

ContraBlog

Contra.cc

ContraBlog

LC

Written by

LC

uma péssima influência

Contra.cc

ContraBlog