Readaptação

ENSAIO de Bruna Tagliari, Pré-Selecionado

Por muitos anos detestei a presença masculina em minha vida. Bastava a presença de algum homem para que eu mudasse de comportamento contra minha vontade.

Eu tinha permissão para brincar, assistir televisão, pintar, desenhar, fazer barulho, cantar e algumas vezes até andar de patins dentro de casa, mas tudo isso precisava ser interrompido no instante em que ele chegasse. Eu desejava constantemente que eles não existissem, pelo menos não dentro da minha casa nem em lugares que eu frequentasse. Dessa forma busco recontar, readaptar minha história da maneira como desejei, por muitas vezes, que ela tivesse sido.

Like what you read? Give Paraty Em Foco a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.