Donnie Darko e sua narrativa

28 dias, 6 horas, 42 minutos e 12 segundos


Tendo dito tudo isso, podemos classificar Donnie Darko como sendo uma Narrativa Circular. Mesmo com seu final que retorna ao começo para mudar algo que irá alterar toda a continuidade da história que foi mostrada, tornando um ciclo que, de certa forma, se rompe. Diferente de outros filmes também de Narrativa Circular, onde o fim é exatamente o começo, sem alterações, como se alguém estivesse se lembrando da história, ou então presos num ciclo contínuo.


Donnie Darko é um filme americano de 2001, de ficção-científica com toques de drama e horror. Escrito e dirigido por Richard Kelly, que não possui muitos outros trabalhos de renome. Jake Gyllenhaal atua no papel de nosso herói, Donnie. Além dele, o elenco também conta com sua irmã, Maggie Gyllenhaal — adoro quando a vida real se encontra na arte — Jena Malone, Drew Barrymore, Patrick Swayze.

Passou longe de ser um blockbuster — com bilheteria de mísero meio milhão de dólares — , apesar de ter vencido diversas premiações pelo mundo, o que fez com que se tornasse rapidamente um filme cult — além de toda sua temática, claro.

Com certeza é um dos filmes que devem estar na sua lista de Filmes para ver antes de morrer, ou de Filmes clássicos mas não tão clássicos que eu preciso assistir para parecer mais cult e descolado mesmo que eu não entenda nada que aconteceu, juntamente com Laranja Mecânica e Clube da Luta.

Você disse “clássico não tão clássico” ?

Se o filme está em um dessas suas listas, ou seja, caso ainda não tenha visto, é capaz que esse texto lhe dê alguns spoilers, mas, acredito que, para esse filme específico, isso não trará grandes consequências, considerando que para você começar entende-lo é necessário assistir uma vez, ler críticas e textos que tentam explicar, assistir outra vez, e ficar mais alguns dias refletindo sobre viagens temporais, universos paralelos e buracos de minhoca. Então esse é apenas um pequeno passo da grande estrada chamada Entendendo Donnie Darko.

2 de Outubro de 1988. Uma típica família convencional de subúrbio americano. Pais republicanos, filha mais velha democrata, filho do meio problemático, filha mais nova participante de show de talentos.

Donnie possui uma certa melancolia e rebeldia. É sonolento, calado, faz acompanhamento psiquiátrico e toma remédios para controlar seu sonambulismo que lhe rendem alguns passeios noturnos. É o chamado estrangeiro, alguém que se sente deslocado de sua realidade.

Em um de seus passeios noturnos ele encontra um coelho gigante que lhe diz que o mundo acabará em pouco menos de um mês. (28:06:42:12). Durante esse passeio, ele passa a noite num campo de golf, quando a turbina de um avião cai sobre seu quarto. Devemos destacar que é apenas a turbina! Ou seja, não há avião algum. Acontece então a primeira viagem temporal, e cria-se um universo tangente à esse que existia até então.

Devemos então estar cientes da teoria de universos paralelos, e sendo então a viagem da turbina do avião a ruptura em uma dessas linhas criando esse universo tangente que Frankie — o coelho — diz que está com os dias contados.

Dentro dessa realidade alternativa os fatos vão acontecendo em uma reação em cadeia: Donnie inunda à escola a mando de Frankie. As aulas são suspensas. Donnie conhece Gretchen. Donnie e Gretchen começam a namorar. Donnie incendeia a casa de um famoso escritor de auto-ajuda à mando de Frankie. Descobre-se um acervo de pornografia infantil na casa do famoso escritor de auto-ajuda. A vizinha que viajaria com a equipe de dança da irmã caçula de Donnie vai ao tribunal em defesa do escritor famoso de auto-ajuda e pede à mãe de Donnie para viajar com a equipe. Com a casa livre a irmã mais velha de Donnie resolve fazer uma festa de Halloween. Um amigo dela chamado Frankie sai para comprar mais cerveja. Frankie atropela e mata Gretchen. Frankie usa uma fantasia macabra de coelho. Donnie mata Frankie com um tiro no olho. O avião que a mãe e a irmã caçula de Donnie viaja cai após perder uma de suas turbinas.

31 de outubro de 1988. O prazo que Frankie havia dado chegou ao fim. A turbina cria outra ruptura no espaço-tempo. O universo tangente sofre um loop e estamos novamente no dia 02 de outubro.

Donnie está deitado em sua cama. Ele ri compulsivamente. Dessa vez ele não vai ao encontro de Frankie. A misteriosa turbina de avião cai sobre sua cama, corrigindo a ruptura na linha temporal e impedindo a criação do universo tangente. Gretchen sobrevive. Frankie sobrevive. Senhora Rose Darko sobrevive. Donnie morre.

No fim do filme voltamos ao começo, mesmo que com alterações para corrigir algumas coisas que acontecem ao longo do filme. Mas tudo não passou de um loop, resumindo em começo, meio, fim/novo-começo.


Narração, ou narrativa, é o ato de se contar uma história, seja ela real ou fictícia. Podendo ser feita através de um filme, uma série, um livro, uma música, etc. A narrativa é composta por uma sucessão de acontecimentos, que podem ser contados em ordem cronológica ou não, e isso pode interferir no modo que interpretamos essa história.

Os tipos de narrativas podem ser divididos em alguns tipos de acordo com suas características:

Narrativa Linear

A forma mais simples e clara de se contar a história. Os fatos são contados cronologicamente, em uma só linha temporal, com começo, meio e fim.

Narrativa Binária

Duas histórias acontecem paralelamente, até que em determinado ponto se encontram e caminham junto para o fim.

Narrativa Polifônica

Duas ou mais linhas de tempo acontecendo paralelamente sem que, necessariamente, se encontrem em algum momento.

Narrativa de Inserção

Também chamado de filme de montagem. A história acontece de forma que monta seu próprio ritmo, ou seja, uma relação de espaço-tempo que altera nossa percepção da passagem de tempo ao longo da narrativa.

Narrativa Fragmentária

Grosso modo: não há organização cronológica nenhuma. A história — que nem sempre é realmente uma história — é contada com diversos planos sem relação nenhuma, de forma bagunçada e aleatória.

Narrativa Circular

A história é contada em forma de círculo, isso é, seu fim é relacionado ao começo. A linha temporal retorna à sua origem.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.