O saldão na Roma está com ofertas imperdíveis

Mario Rui já disse que não quer ficar na Roma. Que seu desejo seja atendido, meu lindo

Está aberta a temporada de venda de jogadores lá na Roma. Quem quiser qualquer cara, é só chegar na diretoria e fazer uma propostinha, sinta-se à vontade. Afinal, qualquer grana é bem vinda e com os valores certos, você pode levar até alguns itens do CT em Trigoria. É o SALDÃO DA ROMA.

>>>>

Lembra que falei ontem aqui, na estreia do blog, que a diretoria planejava vender Salah, Manolas e mais alguém que pudesse eventualmente reforçar o caixa para a próxima temporada, não? Pois é, isso está acontecendo. Salah já foi apresentado ao Liverpool e custou, no mínimo, 40 milhões de libras. Ninguém sabe ao certo qual é o valor exato, então ficamos com os 40 mesmo.

Manolas segue na mira do Zenit e ao que tudo indica, os russos devem aumentar a oferta para tirar o grego da capital italiana. Quem pede é Roberto Mancini, ex-técnico da Internazionale e que dá seus primeiros passos no comando do pessoal de São Petersburgo. Dito isso, temos mais alguns problemas: uma coisa é completar o orçamento para evitar sanções do Fair Play Financeiro, outra é vender a porra toda e ter de se reforçar com um monte de estrelas meia-boca.

Paredes também foi procurado pelo Zenit, mas recusou. Boa notícia? Nem tanto, já que agora é o Dortmund que quer levar o argentino. O preço inicial é 25 milhões. A não ser que a Roma tenha um bom plano B para a saída do volante, é melhor não deixar ir, porque o buraco vai ser quase irreparável lá na frente. Falei nos tempos de ESPN FC que o elenco na Era Spalletti era curto e precisava de novos reforços, pior ainda se houver uma debandada. Leandro, aliás, é um caso de atleta subvalorizado que pode estourar a qualquer momento, mas a Roma parece não enxergar nele um jogador digno de permanecer no elenco.

Só de saber que o elenco corre risco de perder mais algumas peças, já começo a ficar com a pulga atrás da orelha. É óbvio que toda temporada carece de uma leve renovação nos vestiários, mas um desmanche nesta fase de transição faria estrago, muito estrago.

Isso porque os cofres romanistas não estão em boa situação, não mesmo. Nesta semana, o clube consolidou um acordo com a Goldman Sachs, reestruturando um empréstimo de 230 milhões feito pelo Bank of America. O acordo inicial foi feito em 2015, no valor de 175 milhões de euros e reformulado sem aumento nos juros. Contudo, isso não quer dizer que as coisas estejam azuis em Trigoria. Seguimos sangrando. Também não é demais martelar na tecla de que a Roma continua sem um patrocinador máster.

Isso posto, qualquer dinheirinho que puder entrar na conta, será bem vindo. Então não estranhe se novas vendas forem concretizadas antes da bola rolar para a Serie A de 2017–18. Portanto, chegamos ao momento mais esperado da semana aqui no blog. As transferências, ou as quase transferências:

  • Para o nosso alívio, Doumbia foi emprestado ao Sporting e, se for bem, será comprado por 6 milhões na próxima temporada. Tomara que faça muitos gols. A grana não é aquela coisa, mas já ajuda.
  • Mario Rui pediu para sair da Roma e o seu destino pode ser o Napoli. Se for por falta de adeus, até logo. Boa sorte ao português.
  • Deulofeu, do Milan, aparece como uma opção para substituir Salah. Resta saber se o Barcelona não vai exercer a cláusula de recompra do meia, que pertence ao Everton. O agente de Deulofeu confirmou que “existe uma possibilidade” de seu cliente parar na capital italiana. Bom reforço.
  • Outro milanista que está sendo ligado à Roma é Suso. Além dos giallorossi, Tottenham e Napoli estão à espreita para fechar contrato, caso ele não queira renovar com o Milan.
  • Mas o grande reforço entre estes citados seria mesmo o atacante Benedetto, do Boca Juniors. Conversei com o amigo Allan Amarelo sobre ele e ouvi que o cara tem sido espetacular neste ano, com 19 gols em 20 jogos e ótimo potencial decisivo mostrado pelos campeões argentinos. O problema aí é que o Boca quer 20 milhões pelo atleta de 27 anos, o que deve esfriar as conversas.
  • A imprensa italiana fala também em Muriel, da Sampdoria, mas esse aí não vale o selo “assina, por favor”.

No Twitter, @coracaoderoma ou @portesovic, segue lá. Até a próxima.