Como armazenar frutas e vegetais?

Afinal, nem tudo se guarda na geladeira.

Sabe aquela fruteira espaçosa, com vários andares? Pois bem, ela pode ser muito útil também para guardar raízes e outros vegetais — além das frutas que lhe deram o nome, é claro. Isso porque a geladeira não é o lugar ideal para muitos dos alimentos frescos que consumimos: a temperatura e a umidade dos refrigeradores podem interferir no amadurecimento de vegetais e frutas e até deixá-los com uma textura desagradável.

Listamos aqui os alimentos que devem ser armazenados em temperatura ambiente. Confira:


Alho

Quando deixamos o alho na geladeira, ele perde aquele sabor marcante e seus dentes ficam amolecidos devido à umidade. O ideal é armazenar as cabeças de alho inteiras em um local seco e fresco e só destacar os dentes da cabeça na hora em que for consumi-los.

Cebola

As cebolas precisam estar em locais ventilados e tendem a ficar moles quando armazenadas no refrigerador. Agora, se você usou metade de uma cebola, por exemplo, guarde o restante em um pote (de preferência de vidro, para não reter o odor) bem vedado na geladeira e procure utilizá-la o quanto antes.

Banana

Se guardada na geladeira, a banana amadurece mais rápido, ficando com a casca escura e a polpa mole. Por isso, sempre armazene bananas fora da geladeira. Caso estejam muito maduras, quase estragando, aí sim: descasque-as e congele-as para depois utilizar para o preparo de bolos, sorvetes e vitaminas.

Tomate

Devido à umidade, o tomate estraga mais rápido se armazenado na geladeira, além de perder o sabor natural e adquirir uma textura granulada.

Batatas

As batatas (inglesa, doce e baroa) duram mais tempo se armazenadas em local seco e longe da luz. O excesso de luminosidade e umidade faz com que as batatas germinem ou apodreçam.

Inhame e cará

O mesmo vale para o inhame e o cará, que podem ficar moles ou adquirir uma coloração rosada, indicando o seu apodrecimento.

Maçã

A não ser que você goste de comer maçãs geladas, não há necessidade de armazená-las na geladeira. Isso porque a maçã é muito resistente e pode durar semanas se armazenada em local fresco e seco.

Ao armazenar alimentos em temperatura ambiente economizamos o concorrido espaço nas prateleiras da geladeira e os preservamos por mais tempo, mas para isso um cuidado deve ser tomado: os alimentos que produzem muito etileno, como a banana, o tomate, o abacaxi, o pimentão, o kiwi, entre outros, devem ficar longe um do outro — cada um no seu quadrado!

O etileno é um gás natural produzido por alguns vegetais e frutas, sem odor e totalmente inofensivo. Alguns alimentos frescos o produzem em maior quantidade do que outros. Assim, quando o gás entra em contato com alimentos que o produzem em menor quantidade, pode resultar no amadurecimento precoce dessas frutas e vegetais (é por isso que tudo que fica perto das bananas na sua fruteira apodrece rapidinho).

Agora que você já sabe, deixe os alimentos ricos em etileno longe de folhas, maçãs, brócolis, pepinos e batatas (e fora da geladeira!).

Créditos da foto