Lista de Compras

Meu amor, traga para casa duas caixas de ovos caipiras do mercado. O bolo que tanto gostas não sairá sem eles. Compre também um tablete de manteiga para o seu pão na chapa matinal que eu preparo com tanto amor. Por favor, veja também se há uma verdurinha — tomate, pimentão e cebolinha que, refogados, darão vida e cor ao bife do jantar.

Não se esqueça da sobremesa. Quero fazer seu pudim de leite, mas sem creme de leite não sai. E já não ia lembrando: traga farinha, para uma rica farofinha eu preparar. Pelo amor de tudo que é mais sagrado, não esqueça a cervejinha — ela mata o que mata a gente por dentro, e de cansaço já não mais morreremos. O scotch também vem acabando, e um litrinho não faria mal nenhum.

Sobretudo e acima de tudo, não demore. Já é labuta demais passar o dia inteirinho longe de ti, e não é um mercado que por muito tempo há de nos separar. Pegue a fila mais vazia, vai se metendo no meio das velhinhas, e se por acaso lembrar, me traga um chocolate.