De recrutador para recrutador: dicas para contratar P.Os e P.Ms

Time de Desenvolvimento de Produto da Conta Azul

Um dos maiores desafios para recrutadores de empresas de Tecnologia é selecionar pessoas para as equipes de Desenvolvimento de Produto. É comum vermos 40, 50 vagas ou mais apenas para esta área. Isso porque o mercado de Tecnologia está aquecido e as empresas deste segmento vivem larga expansão, assim como a Conta Azul.

E se encontrar profissionais qualificados já era difícil, ficou ainda mais. Atualmente, há novos perfis de profissionais, como Product Manager ou P.M (gerente de produto), Product Owner ou P.O (especialista de produto) e UX Designer (designer focado em experiência do usuário), que exigem aprimoramento ainda maior dos processos de recrutamento.

Como responsável pela seleção de talentos para as posições de Produto aqui na Conta Azul, meu desafio diário é encontrar profissionais aderentes ao perfil de negócio e à cultura da empresa. Pensando nisso, listei seis dicas valiosas para você também garantir o sucesso desse processo na sua instituição:

  1. Conheça a metodologia da sua empresa. Empresas de Tecnologia não usam, necessariamente, as mesmas metodologias. Aqui na Conta Azul, utilizamos o método ágil em todas as estruturas, principalmente em Desenvolvimento de Produto.

Assim, profissionais que trabalharam — até então — com metodologias tradicionais podem não conhecer nossas práticas e o funcionamento dos nossos times. Se nomenclaturas como scrum, kanban, planning ou dailys não fazem parte do cotidiano do candidato, ele pode aprender aqui dentro, porém, é um indicativo de que precisará de mais treinamentos para poder já “entrar jogando”.

2. Conheça o seu time. Saiba como as equipes são divididas, suas metas e as especialidades de cada pessoa. Durante o processo de seleção, você vai conversar com profissionais altamente técnicos, por isso é importante saber e repassar o cenário da sua empresa para um maior engajamento desses candidatos e, também, para conseguir identificar com mais facilidade o nível de experiência deles.

O nosso gestor de Design, Victor Zanini, fez este artigo explicando como os nossos times de UX Design atuam. Segundo ele, em resumo, aqui na Conta Azul, “P.Os, P.Ms e desenvolvedores são pares das pessoas de UX e trabalham sempre em conjunto”. Por isso, candidatos a vagas de Produto também precisam ser capazes de atuar de acordo com este modelo.

Desenho apontando onde as pessoas de Produto se encaixam nas estruturas de time de Desenvolvimento

3. Certifique-se que o candidato é capaz de se adequar à sua estrutura. É necessário que um candidato a P.O ou P.M também entenda o papel do desenvolvedor, do UX, do scrum master (especialista em metodologia Scrum) e do business analytic (analista de negócio) no time.

Mas se a sua empresa aplica a metodologia tradicional, não tem problema: entenda como os seus times trabalham e busque profissionais que se identifiquem com essa dinâmica.

4. E quando o candidato já foi empreendedor, mas o negócio dele não deu certo? Ficou com aquela desconfiança de que se o candidato já teve um negócio próprio e não deu certo ele é “desqualificado”? Nada disso! Empreendedores, com sucesso ou não, conhecem a fundo o dia a dia de uma empresa, como manter custos, receita financeira, prioridades de entregas, prazos, gestão de pessoas, criação e desenvolvimento de produto. Muitas vezes, para um time de alta performance, ter perfis de empreendedores “da vida real” faz todo o sentido!

5. Entenda se o candidato tem perfil administrador, hands-on ou ambos. Parece bobagem, mas esse ponto é fundamental. Aqui na Conta Azul, P.Os e P.Ms são hands-on, ou seja, “mão na massa”. Pró-ativos, eles acompanham todas as fases da criação de um produto e são responsáveis pelo sucesso ou pelo fracasso da entrega. São, portanto, estratégicos, mas sem deixarem de estar imersos na operação e batalharem junto ao time pelo resultado positivo.

Por outro lado, ter um perfil unicamente de gestão pode indicar que o candidato prefere trabalhar apenas gerenciando pessoas e projetos, e isso pode, ou não, se adequar às necessidades da sua empresa. Avalie!

6. Seja transparente. Estude, converse com o time e entenda ao máximo o negócio da sua empresa. Ainda assim, é inevitável: por ser da área de Recursos Humanos, talvez você não saiba responder todas as perguntas técnicas do candidato.

O importante é manter a sinceridade e informar que você providenciará uma entrevista com um responsável da área em questão para sanar possíveis dúvidas e preocupações que ele ainda tenha.

E para você? Quais são os desafios e dicas para a contratação de Product Owners e Product Managers?

Ah! Não esquece de dar uma espiadinha no nosso site, pois temos vagas para Produto e para diversas outras áreas também ;)

Até mais!

Beatriz Neves,
Recrutadora na Conta Azul