Folêgo

Consegue respirar?

Um dos grandes desafios na minha vida, da época colegial, eram as aulas de natação. Sei que para muitos eram outras questões, como fazer parte da turma, decidir o rumo da vida, qual faculdade fazer, não ficar de DP, mas para mim eram as aulas de natação. Além do fato de usar sunga ser estranho (não me julga pelas minhas coxas brancas), as próprias aulas de natação eram problemáticas.

Me lembro do professor nos falando que músculos pesam na água, e que uma das nossas maiores forças era o nosso folêgo. Na época eu era envolvido em esportes, mas a questão do folêgo era um problema. Eu não havia força nos pulmões para entrar no ritmo e chegar rápido ao outro lado. Me lembro dos exercícios de respiração, dos treinos debaixo d’água, e várias vezes me sentindo que iria me afogar. Pergunto para você: quanto tempo você consegue ficar debaixo d’água sem respirar?

A vida cristã não é diferente. As vezes focamos em vários aspectos da nossa jornada, mas esquecemos do fundamental: o folêgo. Lutero disse certa vez:

“Ser um Cristão sem orar é tão possível quanto viver sem respirar”.

A oração ela é o nosso folêgo. Resumidamente, a oração é o compartilhar do seu coração com Aquele que realmente se importa com o que você tem pra dizer. Jesus não te julga, ele não te condena, ou te empurra para longe. Ao contrário, Ele nos promete que “Aproximem-se de Deus, e Ele se aproximará de você” (Tiago 4:8). A única coisa que você precisa é começar hoje. Fale com Ele, Ele está ouvindo.

Na faculdade apreendemos que devemos liderar pessoas para Jesus. Lembro de um professor nos desafiando a orar em público. Ele dizia assim “Se você quer observar se realmente há um relacionamento com Deus, pede para a pessoa orar em público, ou melhor, pede para a pessoa orar por você.” A ideia aqui não é para julgar alguém, mas ajudar a ter um relacionamento pessoal com nosso Deus que é pessoal. Quando não temos o costume de orar, é difícil orar com alguém ou em público, da mesma forma que alguém que não tem folêgo não consegue nadar direito em uma piscina. Quanto mais eu oro, mais fácil isso se torna.

Como começar? O primeiro passo é em oração reconhecer seus pecados, admitir os seus erros, e pedir que a graça Dele cobre teu passado completamente. Ore reconhecendo Jesus como seu Senhor e Salvador. Reconhece que você hoje tem vida eterna, e terá uma vida eterna com Ele na eternidade. Apresente todos os aspectos do seu dia, da sua família, seus amigos, e por fim, confie que Ele está contigo por onde caminhar.

Minha oração é que você entenda que a oração é o nosso folêgo. Ore todo dia, em todo instante, sem cessar.