Como usar condicionais em Python

Leonardo Yada
May 2 · 3 min read
Photo by AltumCode on Unsplash

O que são estruturas condicionais e para que servem?

A todo momento estamos tomando decisões. Levar ou não o guarda-chuva? Aceitar ou não um cafezinho após o almoço? Entrar ou não na piscina? Realizar um curso presencial ou remoto? Estudar Python ou R? E por aí vai…

Todas essas decisões são tomadas com base em critérios. Por exemplo, se observarmos pela manhã que a previsão para o dia é de chuva, provavelmente a decisão será levar o guarda-chuva. Se não tivermos boa conexão de internet em casa, realizaremos um curso presencial. Nestes casos, as condições para levar o guarda-chuva e para realizar um curso presencial são: previsão de chuva e ausência de conectividade.

Estas estruturas condicionais que criamos involuntariamente em nossa cabeça também podem ser replicadas para o mundo da programação. Por exemplo, só executo o comando X se a condição Y for atendida. Desta forma, é possível automatizar o processo de tomada de decisão.

Utilizando a expressão if

A principal estrutura para a aplicação de condicionais em Python é: “if…elif..else”.

O comando “if” permite que o programa tome uma decisão com base em determinada condição. Se ela for verdadeira, opta-se por um caminho, se for falsa, por outro. Veja um exemplo abaixo de utilização prática do comando “if”:

No caso, considere que se a variável “previsao_chuva” for igual a 1, a previsão é de chuva e, portanto, a decisão é levar o guarda-chuva. Assim que o código for executado, o Python irá verificar se a variável é igual a 1. Se sim, será exibida a frase “Devo levar o guarda-chuva”.

Por outro lado, se a condição não for atendida, ou seja, a variável “previsao_chuva” não for igual a 1, a frase “Devo levar o guarda-chuva” não será exibida, conforme exemplo abaixo:

Utilizando a expressão if-else

A expressão “if-else” adiciona mais uma etapa no processo de tomada de decisão. Neste caso, é possível incluir um comando caso a condição não seja atendida. No exemplo acima, poderemos dizer que se a previsão não for de chuva, o programa deverá imprimir a frase “Não devo levar o guarda-chuva”.

Note que agora o programa exibe uma frase se a condição (previsão de chuva) não for atendida.

Utilizando a expressão if-elif-else

Por fim, temos a expressão mais complexa dentre as apresentadas: “if-elif-else”. Nem todas as decisões que tomamos podem ser baseadas em uma ou duas condições, como o caso acima. Imagine agora que precisamos decidir se vamos aprender a tocar bateria, guitarra ou algum outro instrumento.

Considerando que esta decisão se baseia em nosso ídolo musical, podemos montar o código abaixo:

Veja que agora temos três condições: 1) meu ídolo é o baterista Neil Peart; 2) meu ídolo é o guitarrista Slash e 3) meu ídolo não é nenhum dos dois músicos mencionados. Assim, a inclusão do “elif” permite que eu inclua mais de duas condições para o processo de tomada de decisão.

Conclusão

Como foi possível perceber, as estruturas condicionais são ferramentas extremamente poderosas e úteis no dia-a-dia de qualquer cientista de dados, sobretudo para automatizar processos de decisão durante o desenvolvimento do programa.

Data Hackers

Blog oficial da comunidade Data Hackers

Medium is an open platform where 170 million readers come to find insightful and dynamic thinking. Here, expert and undiscovered voices alike dive into the heart of any topic and bring new ideas to the surface. Learn more

Follow the writers, publications, and topics that matter to you, and you’ll see them on your homepage and in your inbox. Explore

If you have a story to tell, knowledge to share, or a perspective to offer — welcome home. It’s easy and free to post your thinking on any topic. Write on Medium

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store