Como é o fim da Operação Serenata de Amor

Dois meses atrás, concluímos a nossa campanha de crowdfunding para os primeiros dois meses da Operação Serenata de Amor — o Robô que luta contra a corrupção no Brasil.

Nos primeiros 30 dias de projeto tivemos avanços significativos em todas as análises que nos propusemos a fazer e nas hipóteses que buscamos nos aprofundar. Você pode conferir os dois relatórios quinzenais que já lançamos para detalhes: o primeiro e o segundo.

Quando iniciamos, existia uma ideia muito clara: criar uma inteligência artificial para analisar cada um dos reembolsos da CEAP (Cota para Exercício da Atividade Parlamentar) disponíveis no Portal da Transparência e calcular qual a chance daquele reembolso ter sido ilegal, e por quais motivos.

Um reembolso e uma porcentagem de chance de ilegalidade por si só não vão longe. Ainda precisamos do passo final para a devolução de um gasto ilícito — a investigação feita pela própria Câmara dos Deputados. Podemos investigar e questionar por conta própria o quanto quisermos, mas nunca podemos acusar sem antes termos o veredito da Câmara..

Esses possíveis reembolsos ilegais, por enquanto, estão acessíveis para o público técnico que é capaz de fazer o download dos arquivos dos nossos repositórios e rodar os scripts por conta própria. Até hoje já fizemos mais de 50 denúncias à Câmara dessa maneira — muitas delas com o dinheiro retornado no fim das contas, começando a provar a precisão do nosso Robô.

Não queremos que esse poder fique apenas na mão de técnicos — queremos que qualquer cidadão possa facilmente exigir a avaliação de algum reembolso suspeito. E é para isso que começamos a desenhar o entregável dos dois meses de trabalho da Operação Serenata de Amor.

A CEAP é o coração do nosso trabalho inicial, então vamos construir um pequeno sistema em volta dela para dar poder a você, com a exibição das notas com as maiores probabilidades de ilegalidade (e com o motivo explícito) e com uma forma de explorar as notas de um deputado específico. Quer seguir como seu deputado tem usado verba pública? É aqui que você vai conseguir. Com a união das tecnologias construídas ao longo desses dois meses, você terá um caminho claro para investigar e fazer uma denuncia por conta própria.

Dessa forma, não seremos apenas nós. Não serão só os mais de 3.200 voluntários que estão acompanhando e ajudando a construir o projeto. Podemos ser milhares de pessoas cobrando justificativa por gastos suspeitos.

Se em algumas semanas conseguimos o reembolso de 4 notas com um único responsável por investigações e denúncias, imagine isso em escala.

O futuro

Sabemos que a CEAP é só um pequeno arranhão na superfície. Existem muitos outros bancos de dados do Governo que poderiam fazer bom uso de ciência de dados, inteligência artificial e aprendizado de máquina.

Mas também sabemos que a corrupção não começa na casa dos bilhões. Se nossos políticos souberem que existe alguém observando aqui em baixo, certamente pensariam duas vezes antes de roubar lá em cima.

Conseguimos tocar a operação nesses dois meses com um valor consideravelmente baixo. Com o fim se aproximando, todas as oito pessoas do time principal deixarão de trabalhar full-time no projeto, dedicando apenas o pouco tempo livre que os resta. O trabalho com a CEAP nos provou que podemos mais. E queremos mais.

Para levar a detecção de gastos ilegais com inteligência artificial além da CEAP, estamos buscando patrocínio de empresas e organizações que acreditam que o Brasil pode mais. Esse é um chamado para organizações que têm seu discurso alinhado com a ideia de empoderar os Brasileiros para buscar a mudança, sem apontar sempre o lado negativo da história. Se você conhece tal empresa, estamos aqui.