Como funciona a Operação Serenata de Amor

Antes de começar qualquer coisa, nós tivemos a sorte de viver em tempos que a democracia conta com a transparência como métrica de corrupção. Quanto mais transparente um governo é, menos corrupto ele é.

Por sorte temos algumas ações nessa linha no governo nacional. Tanto na lei, quanto na distribuição de informação. Tivemos acesso a todos os gastos da quota de atividade parlamentar. Cada deputado gastou em média 266 mil Reais.

O objetivo é criar um banco de dados que tem a função de oferecer respostas à diversas perguntas porque ele conecta MUITA informação, e também aprende sozinho, observando a realidade. Pelo fato de aprender sozinho sobre corrupção, estamos chamando ele de Robô.

Antes de montar cérebros de robôs que ficam observando dados públicos houve um trabalho em refinar os dados. Tornamos possível que esses dados fossem analisados e transferidos com facilidade, já que o que se encontra no portal de transparência não é NADA prático. Essa história está aqui.

A partir daí começamos a perguntar coisas como: Qual partido mais gastou? Qual deputado federal mais gastou? Qual a nota mais cara? Com quem? Quais são TODOS os endereços de cada CNPJ (são mais de 2 milhões e crescem 25 mil/mês)? Existe nota que demonstra que um deputado ter estado em dois lugares ao mesmo tempo? Qual é a quantia de dinheiro gasta especificamente com comida? Existem notas duplicadas? Existem valores discrepantes? Quais? Os primeiros resultados estão nesse link do Cuducos.

Nos perguntamos quais são todos os endereços. Em breve teremos também o valor comercial por área e vamos cruzar com todos imóveis locados através da quota e perguntar: Existe algum superfaturado?

Mas às vezes esbarramos em coisas como: qual é esse objeto/serviço descrito aqui? O que foi entregue justifica o valor? Para responder perguntas como essa contamos com uma participação humana que vai responder essas questões para o Robô:

Essa nota contêm uma cerveja em um restaurante internacional.

OU

Essa nota beneficia o CNPJ do próprio Deputado, quando candidato a reeleição (o que é proibido).

E nossa equipe vai traduzindo as respostas para que o Robô aprenda.
No futuro é possível adequar as respostas para que possam ser digeridas pelo Robô, assim ele entenda as denúncias sozinho, sem auxílio humano. Para ajudar na construção dessas respostas, preencha esse formulário: https://goo.gl/forms/ic80HWqC29skDtsi1

Com qualquer suspeita em mãos vamos investigar e procurar o parlamentar, informar do conteúdo do dossiê e perguntar se ele têm algo à dizer. (Direito de resposta).
 
Sem pronunciamento, ou caso a resposta simplesmente reforce o entendimento do caso como corrupção, desvio, criaremos uma denúncia no Ministério Público e publicaremos o dossiê com todas as informações.

Todo o projeto está público (No respositório Open Source no GitHub — https://github.com/datasciencebr/serenata-de-amor) e qualquer órgão de combate à corrupção pode fazer uso dos algoritmos. Em qualquer lugar do mundo.


Siga as publicações da Data Science Brigade para saber mais da Operação Serenata de Amor.

Para permitir nossa dedicação de tempo integral ao projeto acesse https://www.catarse.me/pt/serenata