Olho Nele: Declan Rice

Jovem é o grande destaque do West Ham e aos poucos ganha espaço no English Team

Há pelo menos duas temporadas o West Ham sofre com o problema dos gols sofridos. Contratações caras, arriscadas e por vezes visivelmente erradas culminavam no iminente fracasso da equipe londrina. Após diversas falhas, os Hammers enfim descobriram que a solução para o caos estava nas categorias de base, com o e habilidoso volante Declan Rice, destaque do nosso ‘‘De Olho Nele’’.

Nascido em Londres em 14 de janeiro de 1999, Rice cresceu em Kingston upon Thames, na região metropolitana de Londres e desde 2006, aos sete anos, passou a fazer parte das categorias de base do Chelsea. Aos 16 foi dispensado dos Blues, chegando ao West Ham.

Ainda atuando como zagueiro, Rice surpreendeu nos juvenis com sua precisão nos passes e cortes que chamavam a atenção de qualquer torcedor. Em 2017, com apenas 18 anos começou a realizar a transição para os profissionais, participando de 20 partidas pela equipe sub- 23 dos Hammers.

Sua estreia pelo time profissional aconteceu na última rodada da Premier League 16/17, na vitória por 2–1 sobre o Burnley. Na ocasião o ainda menino de 18 anos entrou nos acréscimos do segundo tempo no lugar do meio campista suíço Edimilson Fernandes. Mesmo com um minuto nas quatro linhas, o jovem completou seis passes certos, além de um duelo ganho.

A temporada 2017/18 foi sem dúvidas um divisor de águas na carreira do inglês. Nas 26 participações em jogos da Premier League, atuou como zagueiro, volante e até mesmo como lateral direito e esquerdo. Em números, realizou em média uma interceptação por jogo, três cortes certos e 1.5 desarmes. Atuando mais recuado, no ataque não fez nenhum gol ou criou jogadas que ofereceram risco ao adversário. Saiu ainda com um erro capital que terminou em gol adversário.

Na atual temporada com o experiente técnico Manuel Pellegrini, Declan passou a jogar apenas como volante, sustentando um esquema de 4–1–4–1. Para entender melhor vamos ver seu mapa de calor e alguns números interessantes do jovem na atual temporada da Premier League.

Vejamos Rice entre a linha da defesa e a do meio campo, sustentado todo o esquema (Foto: ESPN)

Em 33 partidas como titular no comando do meio campo grená, o médio defensivo anotou dois gols, além de criar três chances claras de gols. No âmbito defensivo, sua especialidade, o jovem acumulam em média 40 passes (86% certos), 1,5 interceptações e 1,6 cortes por jogo, além de 5,5 duelos ganhos (60%).

Mapa de calor durante a partida diante do Newcastle (Foto: SofaScore)

Ao todo, o polivalente marcador já atingiu a marca de 60 jogos com a camisa vermelha e azul, quebrando o recorde do ídolo Ashley Cole de atleta mais jovem a completar 50 jogos com a camisa do West Ham.

Desde 2015 frequentava as seleções de base da Irlanda, uma vez que tem descendência irlandesa. Fez estreia no profissional da ilha esmeralda diante da Turquia em março de 2018. Já em 2019 o jovem escolheu atuar pela seleção inglesa e teve sua ‘‘transferência’’ aceita pela FIFA, uma vez que participou apenas de amistoso com a camisa irlandesa. Sua estreia pelo English Team foi diante da República Checa na primeira rodada das eliminatórias da Europa 2020.

Após o fechamento de sua segunda temporada completa como profissional, Rice já impressiona tanto pela qualidade quanto pela maturidade mostrada durante as partidas. Seu nível de atuação chama atenção de diversas equipes europeias, incluindo o Manchester City de Pep Guardiola e o Real Madrid de Zidain Zidane.

Sem dúvidas o jovem inglês é um jogador com grande potencial para em breve se tronar um dos melhores volantes da atualidade. Olho nele, olho em Declan Rice.

Veja agora um vídeo com alguns lances: